Pular para o conteúdo principal

Grandes ações para uma cidade podem ser resolvidas dentro de um gabinete

Imagem reprodução.
Não resta dúvida que uma gestão não se faz só entre quatro paredes.  Às vezes é preciso sair às ruas e ver os problemas da cidade de perto. Isso pode ser louvável a depender dos resultados práticos. 

No entanto, a bem da verdade, boa parte das grandes ações de um governo podem ser RESOLVIDAS DENTRO DE UM GABINETE.

Só para exemplificar, vamos voltar AO CASO DA MATERNIDADE CLAUDINA PINTO de Apodi, cujo principal financiador é o poder público municipal.

Levando em consideração os repasses feitos a APAMI/Apodi durante a gestão Flaviano/Zé Maria(2013-2016), se repassou uma media mensal de R$ 75 mil mês, o que dar em torno de R$  900 mil ano. No entanto, o primeiro ano senão me engano, os repasses foram de R$ 90 mil para pagar os 3 meses atrasados deixadas pela gestão anterior a da acima citada.

Não tenho números exatos. Mas, 900 X 4 anos sem contar com as parcelas de 90, daria cerca de 3 milhões e 600 mil em repasses a APAMI durante os quatro anos de gestão Flaviano/Zé Maria, dinheiro repassado a APAMI.

Uma grande ação que aconteceu dentro de um GABINETE e foi de grande valia para a população apodiense. Qual o numero de pessoas atendida com a grandiosidade dessa ação? Fica difícil calcular.

Por sinal, as atitudes de um gestor e sua equipe de sair fora dos gabinetes, via de regra,  consiste mais em preocupação com Marketing político não resultando em beneficio reais ao município. Esse é um detalhe a se observar.

Infelizmente a maioria das vezes as pessoas atentam mais para o bom marketing, por vezes sem retorno aos cidadãos, do que para ações de caráter prático como essa em prol da APAMI por parte de gestores passados.

Comentários

  1. Como condenar uma direção que tem realizado Uma gestão de :TRANSPARÊNCIA,melhorias no atendimento, na estrutura física,salários com pagamento em dia(Antes chegou a ter 3 meses atrasado(SALVO ENGANO) e foi eleita como manda as leis e a democracia ? Qual a qualificação que falta a esses gestores,que fazem uma instituição que salva vidas,continuar a receber o convênio do dinheiro público e aplicar em benefício de toda a sociedade apodiense ?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio