CACHOEIRAS NO DESERTO: Chuvas torrenciais criam conjunto de cachoeiras no meio do deserto

Reprodução.
Conhecida pela clima desértico, a região central da Austrália acabou sendo "transformada" em um conjunto de cachoeiras. O Parque Nacional de Uluru-Kata Tjuta, um dos grandes símbolos da cultura aborígene, acabou recebendo volume recorde de chuva.

No Natal, a região chegou a registrar volume de chuva de 232 milímetros em apenas 24 horas — para efeito de comparação, a média local em um ano é de 274,6 milímetros. Especialistas afirmam que esse tipo de evento ocorre apenas a cada 50 anos.

Por conta desse alto volume, há acumulação de água na parte mais alta de diversas formações rochosas. As formas como essa água está escorrendo até o solo — somada à quantidade muito acima do normal — acaba formando diversas cachoeiras.

Logo no começo das chuvas, com a formação das cachoeiras, o parque ficou lotado de turistas. Todos queriam, é claro, ver a nova "atração" do local. Acontece que, por medidas de segurança, o Parque Nacional está fechado e a população local foi evacuada. Tudo porque está chovendo realmente demais.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RETROSPECTIVA 2013/ 2016: APAMI e a gestão de Castelo

SURPRESA: Grande festa das crianças terá início logo mais as 17 h

O funcionamento da maternidade ou festa para as crianças?

MENSAGEM: Apodienses vencedores

EM TEMPO: Reunião da APAMI – As contradições do chefe do executivo