AMBIENTE: Derrubada de árvores frondosas em Praça do Apodi gera revolta e debates nas redes sociais

Fotos: Blog ApoDiáario
Apodi é uma cidade quentíssima e precisa de projetos voltados para arborização da cidade. Certo? Bom não para os responsáveis pela derruba de diversas árvores frondosas que adornam a Praça em frente à maternidade Claudina Pinto.

Diversas delas, mortas e principalmente bem vivas estão sendo destruídas da semana passada para essa.

Foi vendo esse debate que o presidente da câmara municipal de Apodi denunciou nas redes sociais a possível prática de crime ambiental.

Boa Noite, após tomar conhecimento nas redes sociais de um suposto crime ambiental na Praça da Redenção e posteriormente visitando in loco, encaminharei aos órgãos competentes que fiscalizam o meio ambiente, para apurar se a prática de derrubada das árvores da referida praça está ou não amparada pelas leis ambientais." declarou Genivan.

Olha, já vi alguém argumentando também nas redes sociais, que vão reformar essa praça. Espere. Mas já foi um processo licitatório? Qual a empresa vencedora? Qual o novo projeto de urbanização para recuperar o local? Existe?

Já vi outras pessoas argumentando ainda que as árvores estão oferecendo perigo a população.

Que critérios foram usados e quem os fez para avaliar o perigo ocasionado por estas árvores? Defesa Civil? IBAMA? Secretaria de Meio Ambiente? Corpo de bombeiros?

Comentários

  1. Haverá um plantio de hortelã em substituição às árvores decepadas. Surgirá a floresta do passinho para redenção da praça.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Lei N. 10. 246/2017 para política de conscientização sobre lúpus leva o nome em homenagem a apodiense Ellaíne Torres

DENUNCIA GRAVE CONTRA O PREFEITO É PROTOCOLADA

Prefeito Alan rebate denúncia sobre suposta contratação irregular e destaca: “ele vai ter que provar na Justiça”

PRESTAR INFORMAÇÕES FALSAS É CRIME E USO DA MÁ FÉ NA GESTÃO PÚBLICA