Pular para o conteúdo principal

A gestão do PMDB não tem o ínfimo motivo para não renovar convenio com a APAMI

Reprodução: redes sociais.
Adailton Torres Filho (o Castelo), diretor atual da APAMI. Desde que assumiu a direção da instituição já promoveu diversos eventos e tem feito um grande trabalho que trouxeram grandes benefícios a entidade filantrópica.

Só a titulo de exemplo: através de uma feijoada beneficente renovou e aperfeiçoou o laboratório desativado da maternidade. Através de diversas promoções, buscas de parcerias, etc., Castelo construiu um centro cirúrgico para a maternidade. Entre outras boas ações do diretor. Castelo tem feito um trabalho tão bom que os sócios o reelegeram para mais um mandato sem chapa concorrente.

É uma pessoa integra, de postura ilibada, foi eleito de forma democrática por sócios da entidade.  Se o vereador Charton afirmou que vereador da situação, em reunião interna afirmou: “Nos entregue a Direção que faremos o repasse". Essa tese não existe a mínima razão de ser por parte do vereador da situação que Charton não mencionou o nome.

Infelizmente, ao longo de diversos anos de gestões públicas de prefeitos, aqui em Apodi, de certas forma cultivou-se a ideia que a maternidade é uma propriedade da PMA. Não é. A maternidade é da sociedade apodiense.

Agora, concordo que, como principal parceiro, os gestores que estão a frente de uma prefeitura tem todo direito de usar a entidade para promover sua imagem pessoal. Isso é inegável.

No caso da maternidade, filantropia tem tudo a ver com o município, pois a maternidade presta um gigantesco serviço a sociedade apodiense. Serve a todos, de qualquer sigla partidária, cor ou religião.

Esse negócio que "quem manda agora é nós" - vide foto acima - não cola. A gestão do PMDB não teria o ínfimo motivo para não renovar convênio com a APAMI.

Vendo o que certas pessoas defendem na mídia, nas redes sociais, fico a me perguntar: será que quem posta e fala asneira sou eu mesmo? Para alguns blogueiros apodienses, que se acham a ultima gota d’água no meio do deserto, a pessoa que publicou o que está na foto acima está certa. Ao passo que eu posto asneiras.

De quem será a culpa se a maternidade fechar, os salários dos funcionários atrasar e tudo desandar? A que defenda que será da direção da APAMI. Bem vindo, você está em Apodi. Vamos ficar aqui na torcida que tudo dê certo. 

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio