Pular para o conteúdo principal

56 municípios têm o FPM zerado na primeira cota de janeiro

Reprodução.
Por Thiago Martins 

O ano de 2017 começou com dificuldades para os municípios do Rio Grande do Norte. Na primeira cota de janeiro do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), 56 cidades tiveram o repasse zerado, e não receberam verbas do Governo Federal. A escassez de recursos foi constante durante o ano de 2016, inviabilizando o pagamento dos servidores e fornecedores, e a realização de obras pelos gestores.

O Presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN – lamentou a falta de recursos para as cidades: “O ano de 2016 foi trágico para os municípios, que diversas vezes sofreram com a falta de recursos do Fundo de Participação. Iniciarmos 2017 com 56 prefeituras sem os recursos do FPM desestabiliza o equilíbrio financeiro das cidades e consequentemente o funcionamento dos serviços oferecidos à população”, considerou Ivan.

Diversas cidades têm como principal fonte de recursos o FPM. A falta da verba atrapalha o planejamento dos gestores, que enfrentam dificuldades em honrar compromissos, realizar obras e até mesmo prestar serviços essenciais. Ivan Júnior alerta para a necessidade de um novo pacto federativo, essencial para a melhoria financeira dos municípios: “A valorização aos municípios só poderá ocorrer com a efetivação de um novo pacto federativo”, lembrou o Presidente.

Municípios do RN zerados de FPM na primeira cota de Janeiro/2017:
AFONSO BEZERRA
JOÃO CÂMARA
ALTO DO RODRIGUES
LAGOA D ANTAS
ANTÔNIO MARTINS
LAGOA NOVA
AREIA BRANCA
LAGOA SALGADA
AREZ
MARCELINO VIEIRA
BARAÚNA
MARTINS
CAICÓ
MAXARANGUAPE
CANGUARETAMA
MONTANHAS
CARAÚBAS
NOVA CRUZ
CARNAÚBA DOS DANTAS
PARNAMIRIM
CARNAUBAIS
PEDRA GRANDE
ENCANTO
PEDRO AVELINO
EXTREMOZ
PEDRO VELHO
FELIPE GUERRA
PENDÊNCIAS
FLORÂNIA
PUREZA
GALINHOS
RIO DO FOGO
GOIANINHA
SANTANA DO MATOS
GOV.DIX-SEPT ROSADO
SÃO JOSÉ DE MIPIBÚ
GROSSOS
SÃO JOSÉ DO CAMPESTRE
GUAMARÉ
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO
IELMO MARINHO
SÃO RAFAEL
IPANGUASSU
SERRA DE SÃO BENTO
IPUEIRA
SÍTIO NOVO
ITAJÁ
TAIPÚ
JANDAIRA
TIBAU
JANDUIS
TIBAU DO SUL
JAPI
TOUROS
JARDIM DO SERIDÓ
UMARIZAL
Assessoria de imprensa FEMURN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio