Pular para o conteúdo principal

SEM ESPERANÇA: Vereador diz que “poder de fogo dos Alves” levará MP a engavetar nova representação

Ação foi protocolada em virtude de um decreto assinado pelo prefeito, que oferece descontos aos contribuintes que anteciparem o IPTU de 2017 ainda neste ano

Reprodução. Vereador do PSOL – acredita que a
representaçãode sua autoria entregue ao Ministério
Público do RN contra o prefeito Carlos Eduardo (PDT)
será engavetada por causa do poder da Família Alves
O vereador Sandro Pimentel (PSOL) disse, nesta quinta-feira (22), que acredita que a representação de sua autoria entregue ao Ministério Público do RN contra o prefeito Carlos Eduardo (PDT) será engavetada. A ação apresentada pelo parlamentar foi protocolada junto ao MPRN, em virtude de um decreto assinado pelo prefeito, que oferece descontos aos contribuintes que anteciparem o IPTU de 2017 ainda neste ano, já que o Código Tributário de Natal define esse imposto a ser utilizado apenas a partir de 1º de janeiro de cada ano.

Segundo o parlamentar, a possibilidade de engavetamento da ação se deve à influência política da família Alves, a qual pertence Carlos Eduardo. “Atribuo esse engavetamento ao poder ‘de fogo’, e ao poder político que tem a família Alves”, afirmou.

De acordo com Sandro, em outras ocasiões, ações de sua autoria não tiveram sucesso no Ministério Público do RN. ”Não é a primeira representação que faço contra o prefeito, e nenhuma delas teve êxito”, afirmou.

No final da entrevista, o vereador afirmou que acha que a representação não terá resultados nesse ano. “Acho que ela [a representação] vai ficar engavetada até 2017, porque aí perde o seu efeito, que é evitar o uso esse ano dos recursos, e aí fica materializado o crime”, finalizou.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

APODI: DNIT quer demolir residência e desapropriar moradores que se encontram as margens da BR 405 no Distrito de Melancias

D. Mariana Carvalho, que mora no Distrito de Melancias, zona rural do Apodi, Oeste do RN, está aflita. Está prestes a perder sua residência e ser desapropriada.
O DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura do Trânsito) está querendo demolir sua residência juntamente com a residência do Pr. Gilberto de uma congregação do Distrito.

D. Mariana nos conta que há 01 ano recebeu uma visita do DNIT, notificando sua residência e a residência do Pr. Gilberto. O DNIT alega que sua casa e a do pastor na na área territorial do DNIT.
Ora, qual é esse critério do DNIT para decidir a esse respeito? Dezenas de centenas de casas em Melancias encontram-se as margens da BR 405. Muitas distantes, 05, 07, 10 metros da BR. Em Apodi mesmo, inúmeros estabelecimentos comerciais e casar estão praticamente dentro da BR 405.
Segundo nos relatou D. Mariana, sua residência encontra-se distante 28 metros da BR 405 que corta o Distrito de Melancias. Bem mais distante que diversas outras casas e estabelecimentos comerc…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio