Se reduzirem a roubalheira acredito que não precisaria de PEC senhor Felipe Maia

Reprodução.
O deputado federal Felipe Maia (DEM) disse que o senado terá “a responsabilidade de aprovar” em segundo turno a PEC 55 (Proposta de Emenda Constitucional do Teto dos Gastos que congela gastos sociais pelos próximos vinte anos). “Neste momento crítico, não há outra solução”, afirma Felipe Maia sobre PEC 55.

Há sim Felipe Maia outra saída. A roubalheira no submundo da política. Se os políticos brasileiros diminuíssem ela pela metade, quero acreditar que muito se resolveria em termos práticos de recursos para erguer a economia.

Matérias relacionadas:

Com os desvios que ocorrem nesse país da parte da classe política, os rombos na economia e no orçamento só tendem a aumentar. Os caras quebram o país desviando recursos, depois querem tirar nas costelas do povo o rombo deixado. Esse é um grande problema.

Para preservar a forma como os políticos trabalham a política, pode fazer uma PEC para cada setor. Não resolve. Se não reduzirem essa roubalheira pode chegar dinheiro de carretas que não tem como. Não há economia que resistia.

Ao que tudo indica, parece que para os políticos desse país, criar mecanismos para que os mesmos continuem praticando a forma de fazer a política de sempre é a prioridade. Tore onde torar. Tem que se aprovar PECs para garantir a forma esdrúxula de se praticar a política que todos estamos acostumados a ver. 

Comentários

  1. Então, é bom encaminhar uma PEC para ninguém roubar, para não corromper nem ser corrompido. Dai tudo se resolve?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

FESTA: Rio Apodi amanheceu de barreira a barreira, lagoa do Apodi tomando muita agua

EITA PIULA: Ex-secretário de turismo Júnior Costa desmente matéria da assessoria de Alan e mostra provas

NATUREZA: Praticamente 10 anos depois a Lagoa do Apodi volta a ter um grande volume d’água