Pular para o conteúdo principal

Quem é réu na linha de sucessão da presidência da república do Brasil hem?

Reprodução.
Na última terça-feira, 29, em debate na Ordem dos Advogados do Brasil, Renan Calheiros (PMDB/AL) definiu o modelo político brasileiro como “caquético”. Disse mais. “É hora de fazer mudanças radicais em um sistema que está falido e fedido.”

Pois então muito bem. Cerca de 48 horas depois de suas hipócritas afirmações, o Supremo Tribunal Federal confirmou o diagnóstico. Mandou Renan para o banco dos réus, a Suprema Corte sinalizou que o Senado brasileiro é presidido por um político um tanto quanto fedido. Caquético, como ele mesmo afirmou.

Acusam-no de desviar verbas públicas em proveito particular. O caso envolve o recebimento de propinas de uma empreiteira, para custear a pensão de uma filha que o senador teve fora do casamento. Hoje o político peemedebista é protagonista de 12 processos judiciais.

Agora veja só os senhores. Renan quer por que quer aprovar a lei sobre abuso de autoridades antes do natal. A lei que trata desse tema é dos idos de 1965. Renan sustenta ideia que o texto precisa de modernização. Sabemos que Renan é parlamentar desde que estava no útero da mãe – os alagoanos são incapazes de tirar o seu mandato apesar dos pesares. Renan Canalha, aliás, Calheiros, só agora lançado no cadeirão da lava jato, descobriu que essa lei está velha e precisa ser atualizada.

Renan é hoje uma das maiores aberrações no sistema político apodrecido do Brasil. Ele é uma prova irrefutável que a anormalidade se transformou na mais absoluta normalidade no submundo da política nesse país.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio