Pular para o conteúdo principal

Diretor da Odebrecht fala sobre entrega de dinheiro em escritório de amigo de Temer

Reprodução.
O ex-vice-presidente de Relações Institucionais da Odebrecht Claúdio Melo Filho denunciou a entrega de dinheiro em espécie no escritório do advogado José Yunes, um dos conselheiros mais próximos do presidente Michel Temer, durante a campanha eleitoral de 2014, de acordo com informações do jornal O Globo. Yunes foi tesoureiro do PMDB em São Paulo e, hoje, é assessor especial do presidente no Palácio do Planalto.

As cifras fariam parte de um repasse de R$ 10 milhões que Temer teria negociado com o ex-presidente da empreiteira Marcelo Odebrecht, numa reunião no Palácio do Jaburu, em 2012, dois meses depois do início da Operação Lava Jato. Essa não é a primeira vez que o nome de Yunes aparece na Lava Jato associado a supostas movimentações financeiras de Temer.

Indireta
Numa das perguntas endereçadas ao presidente, o ex-deputado Eduardo Cunha levanta suspeita sobre a relação entre os dois e um suposto caixa dois. “O sr. José Yunes recebeu alguma contribuição de campanha para alguma eleição de Vossa Excelência ou do PMDB, de forma oficial ou não declarada?”, indagou Cunha em pergunta a Temer no processo em que é acusado de receber propina para intermediar a venda de um campo seco de petróleo no Benin para a Petrobras.

O peemedebista é uma das testemunhas arroladas pela defesa do ex-deputado, que está preso em Curitiba. O juiz Sérgio Moro vetou esta e mais outras 20 perguntas do ex-deputado. A explicação é que as questões não relacionadas diretamente com o processo em curso contra o ex-deputado.

Melo Filho afirmou que, dos R$ 10 milhões acertados com Temer, R$ 6 milhões iriam para a campanha de Paulo Skaf, presidente da Fiesp e candidato do PMDB ao governo de São Paulo em 2014. Os outros R$ 4 milhões iriam para o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, responsável pela distribuição do dinheiro entre outras campanhas do partido.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

E Alanzinho inaugura a primeira grande obra do seu governo

Uma vez a praça pronta - a parte mais difícil, diga-se de passagem - um parque viria complementar tão grandiosa obra.
A bacurauzada (como é conhecida a militância do PMDB por aqui) do Apodi vai, hoje (21), esquecer a praça, se regozijar e irá focar todo seu olhar, carinho e atenção no parque. Muito bonito, por sinal. Com certeza garantia de muitos sorrisos nos rostos das crianças daqui para frente. 
O Governo Alan Silveira (Alanzinho - como é carinhosamente chamado), inaugurará o parquezinho infantil da praça no dia de hoje. A primeira obra do seu governo. Muito bom para início. Vão logo começando a contar, temos certeza que muitas outras virão. Parabéns prefeito.

Zé Maria anuncia rompimento com o grupo do PCdoB

A partir de agora não partilharei de nenhum projeto ao lado do PCdoB. Tivemos um grupo até ganhar a eleição, depois, o boicote e o isolamento promoveu o desgaste”. Com essas palavras o ex-prefeito do Apodi, José Maria da silva, anunciou a esse blogueiro em entrevista na noite de ontem (29), o rompimento com o grupo do PCdoB aqui do Apodi.
Zé Maria nos afirmou que algumas pessoas estão achando, por exemplo, que a indicação do hospital foi um consenso de toda a oposição. Mas ele afirma que não foi bem assim. “Gostaria de esclarecer que não tive nenhuma participação nessa indicação. Eu, com o apoio de todos os vereadores de oposição, estava definindo um nome, porém a liderança do PCdoB não respeitou e fez a indicação de maneira isolada, desrespeitando a todos nós”, explicou Zé Maria. “Diante disso e de outras situações desagradáveis que passei (sem externar, em defesa da unidade), a partir de agora não partilharei de nenhum projeto ao lado do PCdoB”, continuou. “Tivemos um grupo até ganh…

POLICIAL: Assalto no sitio Santa Cruz

Hoje (07), pela manhã, um assalto foi registrado no Sítio Santa Cruz, zona rural do Apodi.
Dois jovens estava visitando o sítio e tiveram sua moto Honda/CG 125 FAN KS, Placa NNZ6574 de cor vermelha, Apodi subtraída quando retornavam à cidade. 

Segundo informações, os assaltantes não exibiram armas, só insinuaram que estavam armados botando a mão no bolso. Quem tiver informações da moto com as credenciais acima acionar a polícia.