Politicagem pode ter supostamente contribuído para a população de Caicó ficar sem água

Relatório do DNOCS, em blogs, dá notícias que os tubos para a adutora de engate rápido de Caicó não foram adquiridos. Enquanto isso a população de Caicó padece de sede. 

Arquivo: Alves participando da audiência com o
ministro de Temer, Helder Barbalho quando foi
solicitada providências para retirar a obra da
adutora do Governo do Estado para o
Governo Federal.
O relatório do próprio DNOCS, com sede em Fortaleza, revela que a obra da adutora de engate rápido sequer começou, isso por que uma obra dessas não pode começar sem canos. Até por que os canos não chegaram no local da obra.

Lembrando que essa obra estava programada para ser feita pela CAERN em parceria com o governo Federal. Em Março deste ano, o Governo Federal iria repassar R$ 42 milhões para o governador Robinson Faria fazer a obra. 

Então entrou no meu a figura de Henrique Alves que interviu em Brasília junto ao governo Temer para retirar a obra do Governo do Estado e transferi-la para o DNOCS.

O Governo do Estado do RN já tinha pronta a licitação e todas licenças para começar a obra, teoricamente seria tudo mais rápido.  Mas, isso não foi levado em consideração e a obra passou ao DNOCS. Agora a população de Caicó está sem água.

A coisa está feia. Tomara que se resolva logo. São cerca de 75 mil pessoas sem abastecimento na cidade. 

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Após falta de atendimento pelo poder público gestante no quinto mês de gestação recorre ao Vereador Charton Rego

RECOMENDAÇÃO: Ministério Público recomenda que Prefeitura de Apodi cancele todos os convênios que possui com APAMI

Gestão bate meta e cumpre 26% das promessas de campanha em menos de um ano em Apodi

EM TEMPO: Negócios – Apesar do pouco tempo no mercado a San Valle já é sucesso em toda região