POLICIAL: Sobrinha-neta de Sarney morre asfixiada no Maranhão

Cunhado da vítima é o principal suspeito de ter cometido o crime. Após prestar depoimento, empresário Lucas Leite Porto foi preso

Foto reprodução: Arquivol pessoal
Mariana Costa, sobrinha-neta do ex-presidente José Sarney (PMDB), foi encontrada em seu apartamento em São Luís (MA) com sinais de asfixia na noite deste domingo (13/11). Mariana chegou a ser levada a um hospital particular da capital maranhense, mas não resistiu aos ferimentos. O principal suspeito de ter cometido o crime é o cunhado dela, o empresário Lucas Leite Porto, casado com a irmã da vítima.

De acordo com a perícia da Polícia Civil, o empresário foi ao prédio para deixar a própria Mariana e as duas filhas após participarem de um culto. Porém, ele subiu uma segunda vez ao apartamento da cunhada e, após descer em definitivo, fez longas ligações no hall do edifício.

Segundo a polícia, as câmeras do Condomínio Garvey Park foram fundamentais para efetuar a prisão. Porto foi autuado em flagrante. Após prestar depoimento, ele foi encaminhado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Ainda de acordo com a polícia, Porto tinha marcas de arranhões no corpo e no rosto. As câmeras do prédio o mostraram saindo correndo pelas escadas. O suspeito é filho dos donos do grupo Planta Engenharia.

Segundo informações preliminares da polícia, Mariana teria sido encontrada pelas filhas de 11 e 9 anos em sua cama. Ela era casada com Marcos Renato, empresário do ramo de laticínios no Maranhão.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RETROSPECTIVA 2013/ 2016: APAMI e a gestão de Castelo

SURPRESA: Grande festa das crianças terá início logo mais as 17 h

O funcionamento da maternidade ou festa para as crianças?

MENSAGEM: Apodienses vencedores

EM TEMPO: Reunião da APAMI – As contradições do chefe do executivo