POLICIAL: Sobrinha-neta de Sarney morre asfixiada no Maranhão

Cunhado da vítima é o principal suspeito de ter cometido o crime. Após prestar depoimento, empresário Lucas Leite Porto foi preso

Foto reprodução: Arquivol pessoal
Mariana Costa, sobrinha-neta do ex-presidente José Sarney (PMDB), foi encontrada em seu apartamento em São Luís (MA) com sinais de asfixia na noite deste domingo (13/11). Mariana chegou a ser levada a um hospital particular da capital maranhense, mas não resistiu aos ferimentos. O principal suspeito de ter cometido o crime é o cunhado dela, o empresário Lucas Leite Porto, casado com a irmã da vítima.

De acordo com a perícia da Polícia Civil, o empresário foi ao prédio para deixar a própria Mariana e as duas filhas após participarem de um culto. Porém, ele subiu uma segunda vez ao apartamento da cunhada e, após descer em definitivo, fez longas ligações no hall do edifício.

Segundo a polícia, as câmeras do Condomínio Garvey Park foram fundamentais para efetuar a prisão. Porto foi autuado em flagrante. Após prestar depoimento, ele foi encaminhado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Ainda de acordo com a polícia, Porto tinha marcas de arranhões no corpo e no rosto. As câmeras do prédio o mostraram saindo correndo pelas escadas. O suspeito é filho dos donos do grupo Planta Engenharia.

Segundo informações preliminares da polícia, Mariana teria sido encontrada pelas filhas de 11 e 9 anos em sua cama. Ela era casada com Marcos Renato, empresário do ramo de laticínios no Maranhão.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Após falta de atendimento pelo poder público gestante no quinto mês de gestação recorre ao Vereador Charton Rego

RECOMENDAÇÃO: Ministério Público recomenda que Prefeitura de Apodi cancele todos os convênios que possui com APAMI

EM TEMPO: Negócios – Apesar do pouco tempo no mercado a San Valle já é sucesso em toda região

Sem ter o que comemorar, Prefeitura de Apodi encerra ano entregando pintos