Júnior Souza ficará de fora da Câmara Municipal e inelegível por oito anos

Reprodução. Clique para ampliar.
Notícias que nos chegam dão conta que o edil Junior Souza perdeu sua vaga na câmara municipal do Apodi para o exercício de 2017– 2020.

O juiz da comarca do Apodi havia indeferido registro da candidatura do vereador em virtude de suas pendências judiciais. O edil havia recorrido e ganho em segunda instancia junto ao TRE pelo apertado placar de 4 X 3.

Porém, depois da coligação para Apodi continuar avançando recorrer da decisão junto ao TSE, na sentença publicada no última da 17, o ministro Herman Benjamin, TSE Brasilia, indeferiu o registro da candidatura do edil (clique no print ao lado e amplie).

Assim, Júnior Souza ficará de fora da Câmara Municipal do Apodi e inelegível por oito anos. E, se não estou enganado, impedido do exercício da função pública por igual período. Depois me certificarei dessa parte com maior segurança.

Na vaga de Júnior Souza entrará o vereador eleito no pleito do último mês de Outubro Elso Marinho (PRP).

Comentários

  1. Tempo pra reflexão sobre a política.

    ResponderExcluir
  2. Em breve, outros serão julgados. É preciso passar a limpo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

TEMPO: Moradores registram formação de tempestade Supercélula no Paraná

EM TEMPO: Negócios – Apesar do pouco tempo no mercado a San Valle já é sucesso em toda região

RECOMENDAÇÃO: Ministério Público recomenda que Prefeitura de Apodi cancele todos os convênios que possui com APAMI