Ex-ministro da cultura acusa Gedel Vieira de pressioná-lo para liberar obra que o favorecia

Reprodução.
Segundo matéria divulgado na Folha de S. Paulo, de saída do governo o ministro da cultura, Marcelo Calero, acusa o ministro Gidel Vieira Lima (governo), de tê-lo Pressionado a produzir um parecer técnico para favorecer seus interesses pessoais.

Calero disse, em entrevista a folha, que o articulador político do governo Temer o procurou pelo menos cinco vezes – por telefone e pessoalmente – para que o IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico nacional), órgão surdinado a cultura, aprovasse o projeto imobiliário La vue Ladeira da barra, nos arredores de uma área tombada de Salvador, base de Gedel.

Nas palavras do agora ex-ministro, Gedel disse em pelo menos duas dessas conversas possuir um apartamento no empreendimento que dependia da autorização Federal para sair do papel.

Entendi que tinha contrariado de maneira contundente um interesse máximo de m dos homens fortes do governo”, afirmou. No lugar de Calero assume o deputado Roberto Freire (PPS-SP).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TEMPO: Moradores registram formação de tempestade Supercélula no Paraná

EM TEMPO: Negócios – Apesar do pouco tempo no mercado a San Valle já é sucesso em toda região

Sem ter o que comemorar, Prefeitura de Apodi encerra ano entregando pintos

CURIOSIDADE: O sexo no mundo animal – tamanho do pênis