TECNOLOGIA: Sexo com robôs será mais popular do que entre humanos, diz cientista

Reprodução.
O futurologista Ian Pearson prevê, em um relatório publicado no ano passado, que a partir de 2025 a relação sexual entre robôs e humanos se tornará cotidiana. A expectativa do estudioso é que por volta de 2050 esse tipo de relação seja até mais comum do que entre humanos.

Segundo o estudo, os robôs devem continuar substituindo cada vez mais os humanos em tarefas comuns e trabalhos mais complexos, até começar a ganhar espaço também nas relações sexuais e até amorosas. 

O futurologista prevê ainda que esse tipo de sexo será “mais fácil, mais seguro, mais frequente e muito mais divertido”. Segundo ele, os brinquedos sexuais também ficarão mais tecnológicos, pois farão cada vez mais uso da realidade virtual.

Teremos aplicativos e brinquedos sexuais ligados diretamente ao sistema nervoso e até ao compartilhamento de corpos. Você poderá conectar suas sensações sexuais a outras pessoas e estimular orgasmos diretamente pelo toque de um ícone”, diz o relatório, publicado pelo jornal Daily Mail.

MUDANÇA DE APARÊNCIA
Pearson acredita que, por volta de 2035, os casais vão usar realidade virtual para experimentações sexuais e até mudar a aparência de parceiros. O futurologista acredita que essas mudanças significarão mais segurança. 

Alguns podem achar essas previsões desconfortáveis ou sem graça, mas a realidade virtual combinada à inteligência artificial pode dar às pessoas o melhor dos dois mundos em termos de segurança, afeto e até amor entre um parceiro real, aliado à opção de satisfazer suas fantasias”.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

TEMPO: Moradores registram formação de tempestade Supercélula no Paraná

EM TEMPO: Negócios – Apesar do pouco tempo no mercado a San Valle já é sucesso em toda região

Sem ter o que comemorar, Prefeitura de Apodi encerra ano entregando pintos

CURIOSIDADE: O sexo no mundo animal – tamanho do pênis