Janot solta a lista com todos os políticos envolvidos na Lava Jato

Reprodução
Rodrigo Janot decidiu colocar pra fora a lista com os nomes de todos os políticos envolvidos no inquérito-mãe da Lava Jato. Pensei que fosse bem mais. São poucos.
Partido dos Trabalhadores (PT):
PMDB do Senado
PMDB da Câmara
Partido Progressista (PP)
LUIS INÁCIO LULA DA SILVA
EDISON LOBÃO;
ANIBAL GOMES;
AGUINALDO RIBEIRO
JOÃO VACCARI NETO;
RENAN CALHEIROS;
EDUARDO CUNHA;
ALINE LEMOS;
EDSON ANTONIO EDINHO DA SILVA;
ROMERO JUCÁ;
HENRIQUE EDUARDO ALVES;
ARTHUR LIRA;
RICARDO BERZOINI;
VALDIR RAUPP;
ALEXANDRE SANTOS; 
BENEDITO LIRA;
JACQUES WAGNER;
JADER BARBALHO;
JOÃO MAGALHÃES;
CARLOS MAGNO RAMOS;
DELCÍDIO DO AMARAL;
SILAS RONDEAU;
MANOEL JUNIOR;
CIRO NOGUEIRA;
GILES DE AZEVEDO;
MILTON LYRA;
NELSON BOUNIER;
DILCEU SPERAFICO;
ANTONIO PALOCCI;
JORGE LUZ;
SOLANGE ALMEIDA;
EDUARDO DA FONTE;
ERENICE GUERRA;
SÉRGIO MACHADO
ANDRE ESTEVES;
GLADSON CAMELI;
JOSÉ CARLOS BUMLAI;

FERNANDO ANTONIO FALCÃO SOARES;
JERÔNIMO PIZZOLOTTO;
PAULO OKAMOTO;

ANDRE MOURA (filiado ao PSC);
JOÃO PIZZOLATTI;
JOSÉ SÉRGIO GABRIELLI DE AZEVEDO

ARNALDO FARIA DE SÁ (filiado PTB);
JOÃO FELIPE LEÃO;


CARLOS WILLIAN (filiado ao PTC);
JOSÉ LINHARES PONTE;


LUCIO BOLONHA FUNARO
JOSÉ OTÁVIO GERMANO;


ALTINEU CORTÊS;
LÁZARO BOTELHO MARTINS;



LUIS CARLOS HEINZE;



LUIZ FERNANDO RAMOS FARIA;



NELSON MEURER;



RENATO DELMAR MOLLING;



ROBERTO BALESTRA;



ROBERTO PEREIRA DE BRITTO;



ROBERTO SÉRGIO RIBEIRO;



SIMÃO SESSIM;



VILSON LUIZ COVATTI;



WALDIR MARANHÃO;



JOÃO LUIZ ARGOLO (filiado a SDD);



PEDRO CORREA;



PEDRO HENRY;



MARIO NEGROMONTE;

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

EM TEMPO: Negócios – Apesar do pouco tempo no mercado a San Valle já é sucesso em toda região

RECOMENDAÇÃO: Ministério Público recomenda que Prefeitura de Apodi cancele todos os convênios que possui com APAMI

Finalmente, o que dizer sobre nossa triste realidade?

TEMPO: Moradores registram formação de tempestade Supercélula no Paraná

DECLARAÇÃO: General Mourão diz que Temer faz ‘balcão de negócios’ para governar