Pular para o conteúdo principal

Há 80 dias da posse, Alan se reúne com moradores e discute melhorias para zona rural

Foto: Assessoria de comunicação.
Por Josemário Alves

Atendendo ao que foi solicitado durante a campanha, o prefeito eleito de Apodi, Alan Silveira (PMDB) e a sua vice, Hortência Regalado (PSDB), iniciaram neste domingo (16) visitas às associações rurais para discutir problemáticas e buscar soluções.

O trabalho dos dois gestores começou antes mesmo da posse, que acontecerá em 80 dias.
A primeira associação de moradores rurais visitada por Alan e Hortência foi a da comunidade de Grossos, na região da Pedra, há cerca de 30 quilômetros da sede do município.

Reunidos debaixo de um alpendre, os moradores explanaram a necessidade de água para uso doméstico e animal. Eles vivenciam uma estiagem de mais de 5 anos e já não têm mais de onde tirar o líquido precioso.

Como segunda prioridade, os agricultores elencaram o corte de terra, fornecido pela prefeitura, para o plantio de milho e feijão no período chuvoso. Eles destacaram que deixaram de plantar no início deste ano, por falta de planejamento da secretaria responsável, que não disponibilizou os cortes na época certa.

Em resposta à falta d’água, Alan disse que esta tem sido a principal reivindicação em todas as comunidades rurais que passou durante a campanha e frisou que já tem uma visita marcada à FUNASA, onde irá pleitear recursos para a solução desse problema.

É uma necessidade que não se pode esperar. Água é vida e, sem ela, ninguém consegue fazer nada. Por isso, vamos buscar recursos, seja lá onde for, para tentar resolver esse problema de falta d’água o quanto antes”, afirmou.

Sobre os cortes de terras, Hortência assegurou que a escolha de uma equipe capacitada para trabalhar junto com o prefeito, resolverá esta dificuldade.

A partir do momento que colocamos pessoas capacitadas para trabalhar, teremos uma gestão técnica e planejada. É esse planejamento que vai evitar empecilhos como esse, que vocês vivenciaram neste ano”, destacou a vice-prefeita.

Ao término da reunião, Alan e Hortência firmaram compromisso de trabalhar junto com os moradores, garantindo no mínimo os serviços básicos, que foram deixados de lado nos últimos quatro anos.

Assessoria de Comunicação Integrada

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio