Pular para o conteúdo principal

Flaviano de fato deu demonstrações que não concedia aumento em virtude do limite prudencial

Foto: Reprodução.
Quem gosta de analisar as coisas a luz fria e técnica dos números, o prefeito do Apodi, Flaviano Moreira, que fecha seu mandato até o final de dezembro/2016, demonstrou que realmente não concedia aumento aos funcionários em virtude do limite prudencial que estava pela cifra astronômica dos 57%.

Só que por meados do mês de setembro/2016, a prefeitura do Apodi ganhou uma ação que havia dado entrada há tempos atrás com relação a perda de royalties dos dois últimos anos. Além de trazer recurso da ordem de mais de 12 milhões aos cofres públicos do Apodi, divididos em generosas 12 parcelas, salvo engano, a ação ganha por Flaviano derrubou o limite prudencial da altura de 57% para menos de 53%. O limite prudencial do Apodi ganhou uma senhora folga.

Flaviano está concedendo reajuste de 8% para os professores, mais 2 letras e mudança de nível. Sei que ainda é pouco, mas já dá para ir tirando a barriga da miséria depois de tanto tempo sem reajuste.

A propósito, por mencionar a palavra “pouco”, se o limite prudencial caiu da altura de 57% para menos de 53%, caberia um aumento maior. Caberia. No entanto tem que se pensar para frente.

Na leitura que faço, o atual gestor, em reta final de mandato, não deu um aumento maior – já que o lite ganhou folga – para não comprometer a próxima gestão do senhor Alan Silveira, que saiu vitorioso nas urnas. A isso chamo ser prudente.

De qualquer forma, com os recursos parcelados que o município receberá nos próximos meses  – quanta sorte teve a próxima gestão com a vitória dessa ação – e, a folga no limite prudencial, os próximos gestores poderão dar prosseguimento as melhorias salariais dos funcionários municipais. Sorte, bençãos e paz a nós todos. 

Comentários

  1. Todos os servidores e sindicalistas sabiam dessas limitações, mas preferiram manipular as informações em prejuízo do prefeito. Agiram de má-fé. O tempo demonstrará quem foi honesto com a sociedade.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio