Pular para o conteúdo principal

EM TEMPO: O STF é um absurdo

Reprodução.
O STF, instância maior da justiça no Brasil. Deveria primar para que as investigações sobre a lava jato fluíssem da forma mais rápida possível.

Após Renan recorrer, o STF anulou ação da PF que prendeu policiais legislativos e materiais que seriam usados como provas. Renan Calheiro venceu. Ora, O STF deveria estar à frente desse tipo de investigação. Nada como grampos para gravar, ouvir conversar, produzir provas irrefutáveis de delações que são feitas aos milhares nos tribunais desde que essa lama toda começou.

Os poderoso juízes não parecem muito interessados que investigações fluam com velocidade para que essa seria de terror interminável chamada lava jato chegue pelo menos a metade das investigações.

O STF no Brasil é um Absurdo. Não honram os altíssimos salários que lhes pagamos. Lento, burocrático, emperrado, inerte, supostamente mostra desinteressado que os grandes tubarões da política desse pais seja desmascarados com provas irrefutáveis. As investigações contra nossos “poderosos chefões da política brasileira”, pelo que leio, se depender do STF, só terminarão quando nem o pó dos nossos ossos existir mais.

Oral, os políticos dessa nação não querem saber de legalidade na forma como conseguem dinheiro para financiar a forma estapafúrdia e criminosa como fazem política. Mas, quando o assunto é legalidade na forma de uma investigação feita pela PF, ai sim, tem que ser dentro da legalidade. Teori acatou argumentação e suspendeu a operação feita pela PF que prendeu material e policiais legislativos (CLIQUE AQUI e veja).

De qual lado o STF estar? Será que existe possibilidades deles anularem a prisão de Cunha? Pela forma como se trabalha por lá muito supostamente pode ter sido ilegal. Por isso já disse aqui e repito: cargo de Juiz do STF deveria ser através de concurso público. Na verdade são indicações de políticos, indicados pelos presidentes da república. Não dar sabe. 

Comentários

  1. Caro professor Toinho. Respeito seus conhecimentos geográficos sobre Direito e sobre o STF. Mas advirto-o que a prudência no trato às instituições públicas de grande relevo deve-se ter em conta, sempre. O STF, formado por onze ministros, nem sempre resolverá os problemas como gostaríamos resolvidos por nós mesmos. Atentai!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por mais que eu me esforce, não consigo depositar minha confiança na Instituição STF nem nos seus juízes. É uma opinião que tenho caríssimo Fábio.

      Excluir
  2. Parabéns professor pelo comentário, o que vc escreveu com certeza a maioria dos brasileiros gostariam de falar.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio