Pular para o conteúdo principal

CIÊNCIAS: Vale apenas saber – É possível engravidar durante a menstruação?

Reprodução.
Trata-se de uma questão que provavelmente já surgiu em todas as aulas de educação sexual oferecidas nas escolas (ou pelo menos esperamos que sim), mas que continua causando dúvidas em muitas pessoas. Afinal, é possível engravidar se a relação sexual ocorrer durante o período da menstruação?

A resposta é sim, é possível engravidar durante a menstruação. No entanto, graças à forma como o ciclo menstrual funciona, é uma hipótese muito improvável.

Quando você ovula – geralmente no 14º dia de um ciclo médio de 28 dias – um óvulo deixa o seu ovário pelas tubas uterinas. Ele pode ficar ali por até 24 horas enquanto espera o esperma para ser fertilizado. O esperma pode viver por um período de três a cinco dias (e, em casos raros, até sete dias) dentro do corpo da mulher.

Isso significa que se você tiver uma relação sexual desprotegida no último dia da menstruação e ovular cedo, há um período de tempo no qual tanto o esperma quanto o óvulo estarão vivos dentro de você e podem se encontrar. Embora seja algo possível, muitas circunstâncias precisam se alinhar perfeitamente para que isso realmente aconteça.

O cenário é mais provável se você tem um ciclo mais curto do que a média, variando entre 21 e 24 dias, por exemplo, o que significa que você tende a ovular mais cedo de acordo com a American Pregnancy Association. Esta é outra excelente razão pela qual monitorar o seu ciclo pode ser útil – independentemente de você estar tentando engravidar ou evitar a gestação.

Entretanto, é importante lembrar que se você não está tentando conceber um bebê, usar métodos contraceptivos como preservativos e pílulas certamente é o melhor a fazer.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio