ARRE-DIABO: Vereadores em cidade da Paraíba aprovam 100% de reajuste nos próprios salários

Reprodução.
Dos atuais R$ 3,5 mil para R$ 7 mil, assim é que os vereadores da cidade de São Sebastião de Lagoa de Roça vão passar a receber a partir de 2017. É que os parlamentares da cidade do interior paraibano aprovaram um reajuste de 100% em seus salários para a próxima legislação que se iniciará em fevereiro de 2017. O presidente da Câmara vai receber em torno de R$ 14 mil. O reajuste inclui o salário do prefeito, que passa de R$ 14 mil para R$ 18 mil.

Quatro dos nove vereadores da cidade foram reeleitos e vão ser beneficiados pela medida. O presidente da Câmara Municipal de São Sebastião de Lagoa de Roça disse que não iria se pronunciar sobre o assunto.

Em nota, a Câmara afirmou que cumpriu uma determinação constitucional, aprovando o aumento no fim de um mandado para começar a valer no seguinte. A nota também considera que a medida não extrapolou os limites permitidos por lei, que é de 30% dos salários dos deputados estaduais. A proposta agora segue para sanção da atual prefeita, Socorro Cardoso, que não foi reeleita, mas diz que não sabia do projeto dos vereadores e que não vai assinar o reajuste no salário de prefeito.

Comentários

  1. Devemos lembrar que os vereadores têm reajuste de 4 em 4 anos. 7 mil Reais mensais para um vereador, numa cidade pequena é justo. Em Apodi tem-se um salário de miséria que não chega 4 mil Reais. Por isso aparecem tantas improbidades e revelam-se tantos meliantes.

    ResponderExcluir
  2. Discordo de vc meu caro. O vereador deveria ganhar um salário mínimo como nós.!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

RETROSPECTIVA 2013/ 2016: APAMI e a gestão de Castelo

EM TEMPO: Reunião da APAMI – As contradições do chefe do executivo

MENSAGEM: Apodienses vencedores

CHARTON REGO: “Faça o repasse e tudo fica em dias. E deixe a fiscalização para, ou quer ser Vereador agora senhor prefeito?”

ISSO PODE ARNALDO? “Na oportunidade servi um lanche para os colegas funcionários efetivo do Município, que são os que estão trabalhando na ação”