ARRE-DIABO: Vereadores em cidade da Paraíba aprovam 100% de reajuste nos próprios salários

Reprodução.
Dos atuais R$ 3,5 mil para R$ 7 mil, assim é que os vereadores da cidade de São Sebastião de Lagoa de Roça vão passar a receber a partir de 2017. É que os parlamentares da cidade do interior paraibano aprovaram um reajuste de 100% em seus salários para a próxima legislação que se iniciará em fevereiro de 2017. O presidente da Câmara vai receber em torno de R$ 14 mil. O reajuste inclui o salário do prefeito, que passa de R$ 14 mil para R$ 18 mil.

Quatro dos nove vereadores da cidade foram reeleitos e vão ser beneficiados pela medida. O presidente da Câmara Municipal de São Sebastião de Lagoa de Roça disse que não iria se pronunciar sobre o assunto.

Em nota, a Câmara afirmou que cumpriu uma determinação constitucional, aprovando o aumento no fim de um mandado para começar a valer no seguinte. A nota também considera que a medida não extrapolou os limites permitidos por lei, que é de 30% dos salários dos deputados estaduais. A proposta agora segue para sanção da atual prefeita, Socorro Cardoso, que não foi reeleita, mas diz que não sabia do projeto dos vereadores e que não vai assinar o reajuste no salário de prefeito.

Comentários

  1. Devemos lembrar que os vereadores têm reajuste de 4 em 4 anos. 7 mil Reais mensais para um vereador, numa cidade pequena é justo. Em Apodi tem-se um salário de miséria que não chega 4 mil Reais. Por isso aparecem tantas improbidades e revelam-se tantos meliantes.

    ResponderExcluir
  2. Discordo de vc meu caro. O vereador deveria ganhar um salário mínimo como nós.!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

RECOMENDAÇÃO: Ministério Público recomenda que Prefeitura de Apodi cancele todos os convênios que possui com APAMI

EM TEMPO: Negócios – Apesar do pouco tempo no mercado a San Valle já é sucesso em toda região

Sem ter o que comemorar, Prefeitura de Apodi encerra ano entregando pintos

Finalmente, o que dizer sobre nossa triste realidade?