Pular para o conteúdo principal

PF deflagra nova fase da Lava Jato e prende ex-ministro de Lula e Dilma

Reprodução.
Policiais federais prenderam temporariamente o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega, que atuou nos governos dos ex-presidentes Lula e Dilma. A prisão é uma das ordens cumpridas na 34ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada hoje e denominada Arquivo X. 

Além de Mantega, são alvos da operação executivos das empresas Mendes Júnior e OSX, do empresário Eike Batista. As ordens judiciais estão sendo cumpridas em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Bahia e no Distrito Federal.

O ex-ministro não estava na casa dele, em São Paulo. Ele acompanhava uma cirurgia da mulher no hospital Albert Einstein, onde foi detido. Todos os alvos investigados por supostos desvios na construção das plataformas P-67 e P-70, da Petrobras, construídas para a exploração do pré-sal, em 2012, segundo a Folha de S. Paulo. 

Os repasses suspeitos chegam a cerca de R$ 22 milhões, de acordo com a PF, e teria como beneficiados a empresa Credencial Construtora, além de um operador financeiro já condenado na Lava Jato.

A Credencial, segundo o Ministério Público, foi usada pelo ex-ministro José Dirceu para recebimento de propinas. São apurados os crimes, dentre outros, de corrupção, fraude em licitações, associação criminosa e lavagem de dinheiro.

Comentários

  1. Quanta diferença quando é politicos do pt, quando é politicos de outros partidos nao vejo nenhum jornalista reclamar da prisao, e quando é um pobre que foi acusado a policia vai a casa da pessoa algema mesmo que ele tenha filho pequeno, ou doente, ou esposa doente, também nunca ouvi nenhum jornalista blogueiro reclamar. Se eu nao quero ser preso tenho que nao cometer crime, e que eu saiba corrupçao é crime e quem comete tem que ser preso e julgado nao importa se tem familia e parentes internado, mais uma vez fazem as pessoas de bobos acham pouco desviar milhoes dinheiro que por direito seria investido em melhorias da populaçao que paga impostos,mais nao eles vem com as mesmas lendas que é peserguiçao, torço pra que prendam todos corruptos seja quem for se roubou tem que ser preso condenados e que tenho os bens bloqueados pra que devolvam o que roubaram.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio