Pular para o conteúdo principal

NOTA A POPULAÇÃO – Ivan Lopes Júnior, Presidente da FEMURN

No próximo domingo, 2 de outubro, teremos o primeiro turno das eleições 2016. É o momento de exercermos a nossa cidadania. No Rio Grande do Norte, mais de dois milhões de pessoas vão às urnas para escolher prefeitos e vereadores, que terão um mandato de quatro anos.

É verdade que ainda temos um longo caminho pela frente para fortalecer a democracia do nosso país. O direito ao voto deve ser valorizado. O voto é a arma que cada cidadão possui para escolher seus representes.

Os municípios vivenciam período histórico de extremas dificuldades. Com cada vez menos receitas, atrasos em repasses de diversos segmentos e graves dificuldades para pagar funcionários e fornecedores, gerir um município é, atualmente, um verdadeiro ato de coragem.

Aos corajosos que disputam as eleições, queremos parabenizá-los. E aos eleitos no próximo domingo, desejamos antecipadamente força e sabedoria, pois vivenciamos uma luta intensa, assim como também colocamos à disposição a Federação dos Municípios, na contínua parceria e busca por melhorias em todas as áreas, para todos os municípios.

Cumprimentamos também os chefes de poder executivo municipais que optaram por não buscar a reeleição – número recorde no Rio Grande do Norte, atualmente 28, e no Brasil, onde 1.830 abriram mão da reeleição, mesmo permitida pela legislação eleitoral.

Mas o principal recado deve ser direcionado ao eleitor: a população que, infelizmente, ainda enfrenta graves problemas sociais, ocasionados principalmente por dificuldades relacionadas à gestão pública. No atual cenário da coisa pública, a tendência é que as receitas continuem poucas, mas os gastos e a necessidade de investimento permaneçam.

Esta eleição é uma oportunidade que temos em buscar os gestores mais preparados, que tenham capacidade em gerir os municípios, apesar das dificuldades. A campanha nos possibilitou que as propostas fossem apresentadas. Agora nos cabe fazer a escolha certa, conscientes de que não existem fórmulas mágicas, e os recursos minguam cada vez mais.

Para se ter ideia, o principal repasse dos municípios, o Fundo de Participação dos Municípios (FPM), além das gradativas quedas ao longo de todo o ano de 2016, bateu recorde de cota zerada – quando o município não recebe repasses – no RN, com 59 cidades sem receber recursos nos meses de julho e setembro, respectivamente.

Convidamos todos, portanto, a uma reflexão: as demandas das cidades e do povo continuarão. Mas a crise também continuará. É necessário capacidade para gerir os municípios, enfrentar dificuldades, e fazer nossas cidades seguirem em frente. A responsabilidade do voto acompanha o crescimento e um melhor futuro para nossa gente.

Ivan Lopes Júnior - Prefeito do Município de Assú e Presidente da FEMURN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio