Pular para o conteúdo principal

Justiça Eleitoral faz operação em Parelhas para investigar uso da Prefeitura na campanha do candidato do PMDB

Operação de busca e apreensão, deflagrada pela Justiça Eleitoral comandada pela juíza Ana Maria Marinho e executada por servidores do cartório eleitoral.

A operação apreendeu documentos na sede municipal e na Secretaria de Assistência Social, comandada até a data de desincompatibilização eleitoral, pelo candidato a prefeito, Alexandre Dantas, do PMDB, que tem apoio do atual prefeito, Chico do PT.

A operação se deu a partir de conversas gravadas onde foram constatadas promessas em troca de apoio. A justiça eleitoral local comandou a operação e pelas provas colhidas teria constatado que a atual gestão também estaria trocando declarações de votos, por exemplo, por continuidade de empregos a servidores do município.

Uma das denúncias investigadas dá conta da participação do candidato, mesmo sem ser mais secretário da Prefeitura, mas ainda como gestor do fundo municipal, na contratação por quase 900 mil reais de serviços de buffet.

Também consta da operação que corre em segredo de justiça, mas que não é novidade para quem acompanhou o trabalho realizado ontem pelos corredores tanto da Prefeitura quanto da Secretaria, a concessão de gratificações e horas extras nesse período pré-eleitoral.

A busca e apreensão foi feita para que a justiça eleitoral possa constatar se há abuso de poder público, político e econômico em troca de votos na Prefeitura de Parelhas.

O flagrante é um claro desrespeito às leis e mostra como as máquinas municipais são utilizadas para eleger a qualquer custo os candidatos apontados pelo sistema.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio