Justiça condena Túlio por distribuição de panfleto ilegal e calunioso contra Zé Antônio

Clique para ampliar.
À imprensa do RN
Informação correta e Direito de resposta
Em face às constantes divulgações equivocadas pela imprensa, a assessoria do candidato Zé Antônio informa:

"Macau – A juíza Andrea Cabral Antas Câmara, da 30ª Zona Eleitoral de Macau, determinou, nesta quinta-feira (21), a proibição para que o candidato Túlio Lemos (PSD) distribua panfletos com informação inverídica, afirmando que “quem votasse em Zé Antônio (DEM) teria o voto anulado”. Com a decisão, Túlio está proibido de veicular tal informação mentirosa sob pena de R$ 10.000,00 (dez mil reais) a cada evento que caracterize o descumprimento de tal decisão.

O candidato Zé Antônio explica que não sofreu condenação, conforme divulgou a assessoria de Túlio, por divulgar pesquisas falsas. As pesquisas são verdadeiras e registradas. Apenas a justiça mandou corrigir informação sobre a data da pesquisa nº RN 05967/2016, que assegura vitória do candidato Zé Antônio por mais de 2.500 votos de maioria sobre o segundo candidato.

Tanto que a pesquisa já está no Facebook do candidato, com autorização expressa da Justiça.  
A pesquisa referida é a do Instituto Consult que foi contratada pelo jornal Potiguar Notícias e está registrada sob o número RN 05967/2016. Foram realizadas 420 entrevistas, no dia 10/08/2016 e a margem de erro é de 4.0% com confiabilidade de 95%". 

Assessoria de Comunicação de Zé Antônio e Coronel Fernandes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RECOMENDAÇÃO: Ministério Público recomenda que Prefeitura de Apodi cancele todos os convênios que possui com APAMI

EM TEMPO: Negócios – Apesar do pouco tempo no mercado a San Valle já é sucesso em toda região

Sem ter o que comemorar, Prefeitura de Apodi encerra ano entregando pintos

Finalmente, o que dizer sobre nossa triste realidade?