“Jovem de atitudes sérias e boas propostas”, diz adversário ao declarar apoio a Alan

“No atual cenário, ele se mostra com a única esperança para o Apodi”. Foi com essa afirmação que o advogado e candidato a vereador pelo PHS, Braz Marinho, declarou apoio a Alan e Hortência, para prefeito e vice de Apodi.

A adesão foi anunciada na última terça-feira (06). Braz integrava o grupo do ex-prefeito Pinheiro Bezerra, que também é candidato a prefeito do município. Segundo o advogado, os principais motivos que o fizeram a deixar o grupo adversário foram as ideias e propostas do jovem Alan.

Ele é um jovem de atitudes sérias e boas propostas. Vem se mostrando como uma alternativa, sem promessas mirabolantes e, sim de propostas sérias”, declarou. Para Alan, a chegada do candidato ao seu grupo, mostra que está no caminho certo.

O apoio do candidato a vereador Braz é fundamental e muito bem-vindo. A cada apoio, a cada adesão, temos a certeza que estamos no caminho certo. O povo de Apodi quer mudança, quer renovação”, disse o candidato a prefeito.

Além de Braz Marinho, vários outros candidatos de grupos adversários já aderiram ao projeto político de Alan e Hortência, dentre eles, Cleudo Baioto (PHS), Bico Bico (PEN) e Nego de Bassá (PTdoB).

Da Assessoria de Comunicação

Comentários

  1. Esta foto é emblemática: Agostinho Pinto é candidato a vereador e pede voto para outro candidato? O que há por trás de tanta generosidade?

    ResponderExcluir
  2. Os candidatos a vereadores na coligação de Pinheiro abandonam o barco por falta de remo, diga-se grana. Daí fica o pula-pula de última hora pra ver quem consegue algum adjutório. Vergonhoso. Candidaturas sem esteio político.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

RECOMENDAÇÃO: Ministério Público recomenda que Prefeitura de Apodi cancele todos os convênios que possui com APAMI

EM TEMPO: Negócios – Apesar do pouco tempo no mercado a San Valle já é sucesso em toda região

Sem ter o que comemorar, Prefeitura de Apodi encerra ano entregando pintos

Finalmente, o que dizer sobre nossa triste realidade?