Pular para o conteúdo principal

Comitê ajuda a modernizar a gestão universitária da UFRN

Por Sirleide Pereira

Os procedimentos para adquirir um produto; como solicitar um reparo em uma peça ou pedir manutenção para máquinas, equipamentos, utensílios, móveis e outros bens públicos duráveis da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) serão normatizados em breve pelo Comitê Gestor de Aquisição e Contratação (CGAC), instalado na manhã desta sexta-feira, 16, pela administração central da Universidade.

Exigência do último Acórdão do Tribunal de Constas da União (TCU) e acatado como instrumento para reforçar a eficiência na gestão pública, “o CGAC funcionará em caráter permanente e deve padronizar em curto prazo rotinas essenciais ao bom funcionamento da universidade”. Esta foi a principal recomendação da reitora na primeira reunião com titulares e suplentes na Sala de Reunião da Reitoria.

A modernização da gestão universitária consta do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI – 2015-2019)”, observou Angela Maria Paiva Cruz. Pró-reitor de Administração (Proad) e presidente do Comitê, Anailson Gomes, observou que os padrões a serem estabelecidos para as aquisições e contratações vão facilitar o dia a dia da universidade, “porque ao Comitê compete pensar melhorias para os processos e procedimentos diários”. “O resultado deste trabalho vai fazer a diferença na gestão desta universidade”, completou a pró-reitora adjunta de Administração e vice-presidente do CGCAC/UFRN, Maria do Carmo Araújo de Medeiros.

Composição
Critérios e planejamento são palavras-chave para o trabalho que os 16 representantes de diferentes áreas vão executar de hoje em diante no Comitê. Do esforço devem sair normas e procedimentos para aquisição de pessoas e bens públicos; calendário anual de compras e respectiva divulgação; manutenção e aquisição de bens; cronograma de licitação; acompanhamento de contratos e fluxos de trabalho, entre outros resultados. “Esta tarefa vai aperfeiçoar a governança pública e nos garantirá mais planejamento, assertividade e menos riscos”, avaliou a reitora ao agradecer a colaboração dos participantes.  
Ascom – Reitoria/UFRN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio