Pular para o conteúdo principal

CIÊNCIAS E A SAÚDE: Psicóloga orienta sobe os preparativos para o ENEM

Por Magnos Alves

Muitos estudantes já estão dedicando horas e horas para fazer um bom Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) 2016. Para contribuir com quem sonha com uma vaga no ensino superior, a psicóloga Lívia Vieira, do Hapvida, orienta sobre os preparativos para as provas.

Confira na entrevista abaixo:
- Quais fatores podem atrapalhar e piorar os níveis de ansiedade e estresse?
Falta de planejamento e organização; excesso de cobrança tanto dos familiares, amigos, quanto cobrança pessoal; estudo excessivo; período de descanso insuficiente; alimentação deficitária.

- O que os estudantes podem fazer para aliviar a ansiedade nesses últimos meses para o ENEM?
Tirar um dia para o lazer (passeio, cinema, praia, conversar com alguém querido.), algumas horas, ao menos; ser consciente do próprio limite; procurar priorizar, nesta fase, a resolução de exercícios e controle do tempo.

- O ambiente de estudo pode colaborar com uma preparação mais tranquila?
Sim, é necessário ambiente arejado, com boa iluminação, organizado, e com a menor quantidade possível de estímulos visuais e auditivos que favoreçam a desconcentração do candidato.

- Descansar, sair com os amigos, assistir filmes e outras atividades não relacionadas com estudo são alternativas que ajudam a reduzir a ansiedade?
Sim, ótimas alternativas.

- Além disso, o que os estudantes podem fazer para ficarem mais concentrados nos estudos?
Procurar deixar tudo o que precisar já próximo, por exemplo, água, lápis, borracha, e distanciar aquilo que o distrai, por exemplo, celular, televisão...

- Ter horários determinados para pausas nos estudos é importante?
Importantíssimo. O sistema neuronal precisa de pausas para melhor assimilação. A cada hora que se passa, programar o despertador para uma sessão curta de 2 a 5 minutos de relaxamento, para uma pequena caminhada; procurar se alimentar de forma saudável num intervalo de 3 em 3 hs; procurar dormir, se possível, num tempo contínuo de 8 hs.

Imprescindível confiar e acreditar em si e na sua capacidade, não desistir diante dos fracassos, fazer dos obstáculos degraus para o sucesso, cultivar pensamentos positivos.
Assessoria de Imprensa do Hapvida

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio