Pular para o conteúdo principal

Aluna da UFRN é indicada para programa japonês de intercâmbio

Por Marina Gadelha

Aluna de licenciatura em Letras Inglês e professora do Núcleo de Línguas (NucLi) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), a jovem Ingrid Pollyanna da Silva Braga foi a única do Brasil indicada pelo Ministério da Educação (MEC) para participar do programa Ship for World Youth 2016 (SWY), intercâmbio cultural ofertado pelo Governo do Japão que envolve jovens do mundo inteiro.

Durante aproximadamente dois meses, Ingrid Braga irá conviver com cerca de 140 pessoas em um navio no Japão, entre elas outros 11 brasileiros. Todos os integrantes serão imersos em atividades de intercâmbio multilateral, como estudos e discussões de problemas comuns, durante o trajeto do navio que visitará diferentes países. A viagem ainda terá ações para conhecer as culturas das 11 nacionalidades a bordo.

A candidatura da aluna da UFRN foi apresentada pelo NucLi, que se torna o único núcleo do País a ter uma representante no SWY 2016. “Ficamos orgulhosos e felizes com essa conquista que dá cada vez mais visibilidade ao trabalho desenvolvido na UFRN”, cita o coordenador do NucLi, Edilson Rubens Lopes de Souza.

Entre os critérios de seleção avaliados pelo MEC estava a comprovação da habilidade em língua inglesa, por meio de testes de proficiência como o TOEFL. Nesse exame, cuja pontuação máxima é 677, Ingrid Braga alcançou 660 pontos e se destacou pelo alto nível de proficiência. De acordo com a aluna, seu conhecimento avançado não foi adquirido no exterior, mas em Natal, onde sempre se dedicou ao estudo do idioma e aproveitou as oportunidades da UFRN para ampliar o contato com a língua inglesa.

A notícia da seleção para o SWY foi recebida com surpresa pela jovem, que se diz honrada em participar do programa no qual enxerga uma chance ímpar de enriquecer sua formação para a vida acadêmica. “Considero essa experiência muito importante para expandir minha visão de mundo ao ter contato com pessoas de outras culturas. Agradeço à equipe do Nucli pelo apoio no processo seletivo e pela orientação que contribuiu para minha proficiência”, compartilha.

O SWY tem como objetivo promover a compreensão e a amizade mútuas entre japoneses e estrangeiros. O projeto também busca cultivar o espírito de cooperação internacional e a competência para praticá-la, bem como proporcionar aos jovens a capacidade de mostrar liderança em várias áreas da sociedade internacional. Os selecionados na edição 2016 participam do projeto entre 17 de janeiro e 4 de março de 2017.

ASCOM – Reitoria/UFRN 

Comentários

  1. Parabéns pelo feito,isso é o reflexo da dedicação em busca de conhecimento.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio