Pular para o conteúdo principal

Vilma explora experiência para conquistar vaga na Câmara

O cenário de incertezas políticas e o reflexo disso no eleitorado, que está cada vez mais desconfiado com promessas de campanha que não viram realidade, é hoje um dos maiores temores dos que disputarão cargos nas eleições deste ano. Mas esse não é o caso dos candidatos que possuem experiência. É apostando exatamente nisso que a ex-governadora, ex-prefeita de Natal e ex-deputada constituinte Vilma de Faria monta sua estratégia rumo à Câmara de Natal em 2016.

Com a vantagem de ter sido a primeira mulher a ocupar todos esses cargos e não apenas ser eleita, mas sempre reeleita (foi chefe do executivo da capital por três vezes e do estado por duas vezes), ela vai explorar bastante seu histórico de trabalho e reconhecimento popular. Vilma se apresenta, nesta campanha, como a candidata que mais reúne experiência e que, portanto, pode ser a vereadora mais comprometida com os avanços da capital potiguar.

Depois de ocupar dois dos principais cargos majoritários no Rio Grande do Norte, Vilma tenta retornar ao início de sua carreira como representante no legislativo. A candidata do Partido Trabalhista do Brasil (PTdoB) resgata sua primeira atuação, quando participou de um momento histórico, integrando a assembleia constituinte que deu origem à atual Constituição brasileira. Outro ponto que será explorado em sua campanha é a classificação de seu mandato com nota 10, segundo o Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), por defender trabalhadores e causas sociais.

Vilma se volta agora para o legislativo municipal, explorando a experiência desenvolvida ao longo dos 30 anos de sua carreira política. Segundo uma pesquisa do Instituto Consult, realizada em julho deste ano, 26,4% dos natalenses classificam a atuação dos vereadores como péssima, outros 20,8% avaliam as atividades da Câmara Municipal de Natal como ruim e apenas 8,2% consideram bom o exercício desses vereadores. E é justamente explorando esses dados que a ex-governadora busca se eleger, se apresentando como a política que pode qualificar a Casa legislativa.

Nesse cenário, o retorno de Vilma ao legislativo, concorrendo ao cargo que muitos escolhem para dar início à carreira política, serve para fortalecer as discussões na Câmara Municipal. Sua atuação, na campanha, reforçará ainda a importância desse cargo, que desenvolve projetos de lei e fiscaliza a atividade pública do Executivo municipal e cuja relevância é desconhecida por grande parte da população.
Imprensa Wilma de Faria

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio