Pular para o conteúdo principal

População lota a câmara, faz pressão e oposição aprova projetos importantes para o Apodi

Depois de muita pressão, os vereadores de oposição da câmara municipal do Apodi cederam e aprovaram o projeto para a construção do prédio do Programa de Atendimento Familiar e do terreno para construção da biblioteca do conhecimento, na sessão da câmara de hoje, 04.

A aprovação ocorreu depois de todos os prazos estourados e de muita pressão da população dos bairros contemplados com os projetos que hoje lotaram a câmara municipal. Para a surpresa dos presentes, depois de todo esse tempo de protelamento, ainda teve vereador de oposição que defendeu a não votação do projeto para a sessão de hoje.

O vereador Anglo Suassuna, segundo me informou um colega presente à sessão, defendia que a matéria não fosse colocada em pauta. Segundo o mesmo “não deveria haver votação, pois a casa estava retomando os trabalhos legislativo, e era uma sessão de abertura. E que nenhum vereador tinha sido convocado para a sessão”. Ora como se precisasse de convocação. É dever dele votar.

A pauta para esses projetos foi fechada a quase dois meses pela bancada de aposição que tem maioria plena na câmara do Apodi, sob a alegando de estar apoiando a justa greve dos servidores, quando a um mês atrás lutam por reajuste. Ou seja, para resolver um problema criaram outro. 

Apesar da dos argumentos de Ângelo, a pressão dos populares presente à sessão falou mais alto. Os projetos foram aprovados por unanimidade dos que estavam presentes. A bancada da situação: Jr Carlos, Soneth, Chico e Genivan ja era a favor da votação do projeto desde os primeiros momentos que ele entrou na casa. 

Comentários

  1. Ângelo é irresponsável. Chamou um cidadão de "jumento" por o mesmo vaiar sua fala, é inadmissível que uma pessoa na casa do povo nao possa se manifestar. Ridículo!

    ResponderExcluir
  2. A população mostrou o poder da coletividade, estão de parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Alan e Hortência vão ganhar e tirar essa prefeito q só fez engana o povo

    ResponderExcluir
  4. Segundo o meu entender Flaviano vai dar de presente ao PMDB de Apodi quatro mil votos de maioria, eu acho é muito pouco.

    ResponderExcluir
  5. Estou achando que ele não tira nem 4 mil votos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio