MUNDO: Número de mortos na Itália só aumentam

Reprodução.
A terra continuava tremendo nesta quinta-feira (25) no centro da Itália, onde centenas de funcionários das equipes de resgate trabalham intensamente em meio aos escombros de pequenas cidades, na busca por sobreviventes após o terremoto que matou ao menos 250 pessoas e deixou 365 feridos.

O número de mortos não para de aumentar e já chega a 250, dos quais 190 apenas na pequena cidade de Amatrice. Entre as vítimas, há muitas crianças que passavam as férias com seus avós.
A região afetada, a apenas 160 quilômetros de Roma, é uma área de passagem de turistas, o que provoca o temor de mortos de várias nacionalidades.

Segundo o último boletim da Defesa Civil, 365 feridos, entre eles vários em estado grave, seguem hospitalizados, enquanto 215 pessoas foram resgatadas com vida dos escombros.
Dezenas de tremores secundários foram registrados à noite e durante o dia, entre eles um forte sismo às 14h30 (9h30, horário de Brasília), que gerou medo na população. Os socorristas tiveram de interromper seus trabalhos, depois que um muro no centro histórico de Amatrice caiu muito próximo da equipe.

O novo tremor causou novos deslizamentos e o campo esportivo da cidade, utilizado para as operações de resgate, precisou ser evacuado. Mais de 400 abalos foram sentidos desde o terremoto devastador de 6,2 graus de magnitude.

As equipes de resgate não perdem as esperanças de encontrar sobreviventes sob a montanha de pedras e escombros nas áreas devastadas pelo terremoto. As autoridades informaram que as buscas serão interrompidas apenas quando existir a certeza de que não é mais possível localizar pessoas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RETROSPECTIVA 2013/ 2016: APAMI e a gestão de Castelo

Diretora administrativa da maternidade Claudina Pinto pede demissão

EM TEMPO: Reunião da APAMI – As contradições do chefe do executivo

ABERRAÇÃO: Quem votou contra e quem votou a favor de mais desperdício de recursos públicos?

NOTA DE REPÚDIO AO PODER PÚBLICO MUNICIPAL DE APODI