Pular para o conteúdo principal

Senadores do PT pedirão arquivamento do impeachment após MP dizer que não há crime nas tais das pedaladas

Reprodução TV senado
Após decisões do Ministério Público Federal, que consideraram não haver operação de crédito nos atrasos de repasses do Tesouro Nacional aos bancos públicos, as famosas "pedaladas fiscais", – que embasam o pedido de afastamento da presidenta afastada Dilma , os senadores petistas Lindbergh Farias (RJ) e Gleisi Hoffman (PR) deverão pedir o arquivamento do processo de impeachment no Senado.

O argumento é de que o posicionamento do MPF - órgão responsável por definir o que é ou não crime - deixa claro que não houve dolo por parte da presidenta afastada. Além disso, a perícia feita por técnicos do Senado afirmou que não há ato de Dilma no Plano Safra, gerido por outros órgãos – ministérios e o Banco do Brasil – etc., etc., etc.

Ora, os senadores do PT ainda estão mexendo com isso? acabou. Essa situação do impeachment não se trata de questão de legalidade ou não. Um grupo de políticos brasileiros decidiram que está na hora do PT sair do poder e acabou. Não se trata de legalidade ou não. Pedaladas é somente o protesto.

Os que já se decidiram pelo impeachment, mais 2/3 dos políticos brasileiros, resolveram que as pedaladas são crimes e acabou. Não interessa mais o que a lei, o MP, menos de 1/3 dos políticos e mais de 54 milhões de eleitores pensam ou não.

Agora em Agosto está marcada o dia e a hora em que Dilma será deposta do poder em definitivo. O governo ilegítimo do PMDB deverá governar o Brasil até 2018, anos de novas eleições presidenciais. Essa é a terceira vez que o PMDB governa o Brasil sem ter sido colocado pelo voto do povo. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio