LASCADA DE VEZ: marqueteiros confessam que receberam US$ 4,5 mi de caixa 2 de campanha de Dilma

Reprodução.
Em matéria do estado conteúdos, Monica e João foram interrogados na tarde desta quinta-feira (21), na ação penal em que são acusados de recebimento de propinas do esquema montado na Petrobras, e confessaram que, ao serem presos em fevereiro pela Polícia Federal, mentiram no inquérito.

O casal disse ao juiz federal Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, que está disposta a colaborar com a Justiça, mas só o fará com “acordo assinado”. A Moro, o casal esclareceu que US$ 4,5 milhões recebidos por meio do doleiro e operador de propinas Zwi Scornicki era dinheiro da campanha eleitoral de Dilma Roussef, em 2010.

Segundo Mônica, os valores eram relativos a “dívidas da campanha presidencial de 2010 (Dilma) e Zwi lhe foi indicado pelo então tesoureiro do PT, João Vaccari Neto”. Mas negou que soubesse que o dinheiro tinha origem em propinas do esquema Petrobras.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Após falta de atendimento pelo poder público gestante no quinto mês de gestação recorre ao Vereador Charton Rego

RECOMENDAÇÃO: Ministério Público recomenda que Prefeitura de Apodi cancele todos os convênios que possui com APAMI

Gestão bate meta e cumpre 26% das promessas de campanha em menos de um ano em Apodi

EM TEMPO: Negócios – Apesar do pouco tempo no mercado a San Valle já é sucesso em toda região