CDP Apodi concorre ao Prêmio Innovare

O Centro de Detenção Provisória de Apodi “Agente Ronilson Alves da Silva”, está concorrendo com 482 participantes de todo Brasil, ao Prêmio Innovare em sua 13ª edição.

Na tarde dessa terça-feira (12), o consultor do Instituo Innovare, Reginaldo Medeiros, visitou o CDP Apodi, onde elogiou a organização da unidade, e a forma como a unidade fora construída, através de mão de obra carcerária e recursos oriundos de Penas Pecuniárias e doações de empresas da região.

Durante a visita, o consultor Reginaldo Medeiros, conversou com os internos e agentes penitenciários que atuam no estabelecimento penitenciário e mostrou a satisfação de estar visitando um estabelecimento penitenciário tão bem organizado. O promotor Silvio Brito, idealizador do projeto também acompanhou a visita do consultor.

O Projeto de construção do CDP Apodi envolveu o Poder Judiciário, através da juíza Katia Guedes, promotor Silvio Brito e o diretor do CDP, agente penitenciário Marcio Morais.

O CDP Apodi tem sido considerado modelo no Sistema Penitenciário do Rio Grande do Norte. A unidade conta com cerca de 100 internos. Nunca fora registrado fugas, homicídios, suicídios. Vários projetos são executados no CDP como cultos, palestras, escolas e hospitais de Apodi são reformados com a utilização de mãos de obra de internos.

O prêmio Innovare tem o objetivo de identificar, premiar e disseminar práticas que tornam o Judiciário mais ágil, moderno e próximo do cidadão. “Sinto-me honrando em ver o CDP Apodi disputar o Prêmio Innovare, isso reforça cada vez mais o nosso compromisso com o sistema penitenciário do RN”, comentou o diretor Márcio Morais.  
O Vale do Apodi

Comentários

  1. Não sei por q essa obsessão toda por esse prêmio.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

FESTA: Rio Apodi amanheceu de barreira a barreira, lagoa do Apodi tomando muita agua

EITA PIULA: Ex-secretário de turismo Júnior Costa desmente matéria da assessoria de Alan e mostra provas

NATUREZA: Praticamente 10 anos depois a Lagoa do Apodi volta a ter um grande volume d’água