Pular para o conteúdo principal

Um partido ávido em captar recursos é igualmente ávido em desviá-los

Reprodução.
Vendo como a coisa funciona no Brasil, fica a impressão que existe um partido nesse país que é tão ávido, habilidoso, ardoroso em captar recursos infinitamente com mais potencial que os demais partidos, em especial para os municípios onde o mesmo comanda.

Mas, a avidez, a habilidade em captar os recursos não traduz-se em beneficio para o povo e sim, em sinônimo de captar com o intuito de desviar os recursos captados, isso acobertado por um esquema pesado que envolve muita gente, empreiteiras e instituições.

Pelo forma como agem, fica a impressão que existe até caixas 2 ou 3 em algum local centralizado, para depois haver uma redistribuição dos recursos desviados para alimentar bases políticas vorazes. Depois ficam se gabando pelas habilidade em captar recursos. Mas, veja a finalidade...

Se por ventura, por um milagre, um dia perdem o poder, passe depois órgãos de fiscalização pelos municípios que governavam e os senhores verão o desmantelo deixados. É uma coisa simplesmente impressionante. Não seria por isso que boa parte das obras começam e não terminam, bem menos tem perspectivas de terminar?

Uma verdadeira quadrilha das mais organizadas que se possa imaginar. Disso, os defensores não se gabam em redes sociais, rádios, na mídia. Impressionante. Assim, acredito que a PF em parceria com a CGU, usando seus órgãos de inteligência deveria intensificar e melhor aprimorar suas investigações, aproveitando a expansão da lava jato. 

Afinal, boa parte dessas investigações acabam ficando somente no papel e dentro de confortáveis escritórios. Não se vai in loco. Tudo acaba passando em branco. Acaba-se endossando o mal feito. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

APODI: DNIT quer demolir residência e desapropriar moradores que se encontram as margens da BR 405 no Distrito de Melancias

D. Mariana Carvalho, que mora no Distrito de Melancias, zona rural do Apodi, Oeste do RN, está aflita. Está prestes a perder sua residência e ser desapropriada.
O DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura do Trânsito) está querendo demolir sua residência juntamente com a residência do Pr. Gilberto de uma congregação do Distrito.

D. Mariana nos conta que há 01 ano recebeu uma visita do DNIT, notificando sua residência e a residência do Pr. Gilberto. O DNIT alega que sua casa e a do pastor na na área territorial do DNIT.
Ora, qual é esse critério do DNIT para decidir a esse respeito? Dezenas de centenas de casas em Melancias encontram-se as margens da BR 405. Muitas distantes, 05, 07, 10 metros da BR. Em Apodi mesmo, inúmeros estabelecimentos comerciais e casar estão praticamente dentro da BR 405.
Segundo nos relatou D. Mariana, sua residência encontra-se distante 28 metros da BR 405 que corta o Distrito de Melancias. Bem mais distante que diversas outras casas e estabelecimentos comerc…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio