STF VOLTA ATRÁS: O golpe contra a Lava Jato pode funcionar

De acordo com Lauro Jardim, o STF se prepara para reverter, no próximo dia 22, o entendimento de que o réu deve ser preso após a condenação em segunda instância.

Em fevereiro, a decisão foi aprovada por um placar de 7 a 4. Votaram a favor da antecipação da prisão os ministros Dias Toffoli, Edson Fachin, Teori Zavascki, Luís Roberto Barroso, Luiz Fux, Cármen Lúcia e Gilmar Mendes.

Agora os dois primeiros - Dias Toffoli e Edson Fachin - parecem ter mudado de ideia. No Brasil, as conquistas duram pouco.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RETROSPECTIVA 2013/ 2016: APAMI e a gestão de Castelo

Diretora administrativa da maternidade Claudina Pinto pede demissão

EM TEMPO: Reunião da APAMI – As contradições do chefe do executivo

ABERRAÇÃO: Quem votou contra e quem votou a favor de mais desperdício de recursos públicos?

NOTA DE REPÚDIO AO PODER PÚBLICO MUNICIPAL DE APODI