Oposição trava pauta e ordem de serviço para início da Biblioteca "Indústria do conhecimento” no bacurau I não é dada

Oposição na câmara pode trazer prejuízos aos moradores do Bacurau I
Distante cerca de 5 km do centro do Apodi, o bairro Bacurau I sempre teve pouca atenção das gestões do Apodi.

O prefeito Flaviano mandou, há algum tempo, um projeto a câmara municipal para doação do terreno no bacurau I, para a construção da chamada biblioteca do conhecimento(foto acima), conquistada pela gestão atual junto a FIERN/SESI, entidades responsáveis pela execução da obra.

Para variar, os vereadores da oposição fecharam a pauta da câmara e, até então, a ordem de serviço para que a FIERN/SESI construa a obra não pode ser dada. Lamentável atitude da parte da oposição. Um projeto que iria dar muita notoriedade aquele bairro.

Como já é do conhecimento de todos, os vereadores da oposição trancaram a pauta por que querem que a municipalidade atenda reivindicações de greve. Como já falei aqui outro dia. Nunca é demasiado reiterar que os funcionários municipais estão cobertos de razão em lutar por seus direitos, por perdas salarias.

Questões de greve é trabalho para categoria e sindicado. Por sinal, o Sintrapma está conduzindo bem o movimento grevista no município, sem precisar de políticos no meio. A greve é um problema que precisa de soluções, porém não criando-se outros em cima de um que já existe, a falta de conhecimento. Acho que até os grevistas querem um projeto como esse para Apodi. Mas, veja a postura da oposição na câmara nessa legislatura tem sido triste.

Matéria relacionada:
Oposição na câmara do Apodi fecha pauta, atrasa votação e põem projeto do PAF em risco.

As Unidades SESI Indústria do Conhecimento são centros multimeios, contendo biblioteca, DVDteca, CDteca, gibiteca e Internet, onde os usuários terão a oportunidade de acesso à informação e à apropriação do conhecimento.

Os centros multimídia são estruturados de forma a atender lacunas na promoção do acesso à informação e ao conhecimento, estimulando práticas de leitura e pesquisa. São mais de 1000 títulos à disposição dos usuários.

Seus ambientes são projetados de forma a facilitar a acessibilidade física, em 100 municípios brasileiros, com boas condições para leitura e estudo, bem como acesso a tecnologias e horários adequados para os usuários.

Por tanto, trata-se de uma aquisição importante para a cidade. Falta de conhecimento. Esses é um dos principais problemas dos apodienses, principalmente dos jovens. Amanhã é a última sessão antes do recesso. Caso não aprovem os projetos, os vereadores da oposição trarão grandes prejuízos aos apodienses. 

Comentários

  1. O que esses vereadores vão dizer aos moradores do Bacural I na campanha? E os moradores de lá, concordam com isso? Mas tá?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

RETROSPECTIVA 2013/ 2016: APAMI e a gestão de Castelo

EM TEMPO: Reunião da APAMI – As contradições do chefe do executivo

MENSAGEM: Apodienses vencedores

CHARTON REGO: “Faça o repasse e tudo fica em dias. E deixe a fiscalização para, ou quer ser Vereador agora senhor prefeito?”

ISSO PODE ARNALDO? “Na oportunidade servi um lanche para os colegas funcionários efetivo do Município, que são os que estão trabalhando na ação”