Luiz Gomes: "A corrupção se alimenta da fragilidade das pessoas"

Por Marcius Valerius

O presidente estadual do PEN, advogado Luiz Gomes, foi o palestrante do III Encontro Norte-rio-grandense de Entidades Comunitárias (Enec) realizado nesse final de semana no plenário da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (ALRN).

Durante o encontro, Luiz Gomes abordou o tema sobre a regularização e legalização das entidades comunitárias como ferramentas para o Exercício da Cidadania. Parte da palestra foi resultado do livro "Guia Prático: Educação para a Cidadania", lançado em parceria com o senador Cristóvam Buarque. Mas o advogado também comentou acerca do tema da corrupção. “A corrupção se alimenta da fragilidade das pessoas. Quanto mais forte for a consciência, menor será o número de corruptos”, citou o advogado em um dos momentos da palestra. “A corrupção se alimenta da fragilidade das pessoas. Quanto mais forte for a consciência, menor será o número de corruptos", destacou.

III Enec contou com presença massiva de público. Promovido pela Federação dos Conselhos Comunitários e Associações Potiguares (Fecap) e pela Federação das Associações de Moradores e de Entidades Comunitárias (Fenac), o evento contou com a participação de autoridades locais como o representante do Projeto Amigos Profissionalizantes, Allan Kardec de Medeiros; o secretário-geral da Fecap, Fernando Luiz; o presidente da Fecap, José Silvestre de Moura; o ex-secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico de Goianinha, Téo Tomáz; e Vanessa de Medeiros, representante da ONG Causa Animal.
PEN 51 RN
Assessoria de Imprensa

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

EM TEMPO: Negócios – Apesar do pouco tempo no mercado a San Valle já é sucesso em toda região

RECOMENDAÇÃO: Ministério Público recomenda que Prefeitura de Apodi cancele todos os convênios que possui com APAMI

Finalmente, o que dizer sobre nossa triste realidade?

TEMPO: Moradores registram formação de tempestade Supercélula no Paraná

DECLARAÇÃO: General Mourão diz que Temer faz ‘balcão de negócios’ para governar