Juiz federal e procurador da república desmontam argumentos de Cunha no conselho de ética

Eduardo Cunha e Claudia Cruz em restaurante grandessíssimo
francês se esbaldando as nossas custas. 
O juiz federal Sergio Moro e, Deltan Dallagnol, procurador da república, desqualificaram defesa de Cunha (PMDB/RJ) no conselho de ética lá da câmara, aquela argumentação que Cunha disse que não tem contas no exterior.

“’ É questionável’ tentar justificar a não declaração de valores no exterior afirmando que eles pertencem a uma trust ou offshore”, disparou Moro. “offshores e trusts são instrumentos de ‘criminosos modernos e mais sofisticados’” disse Dallagnol.

Hoje (09), a jornalista claudia cruz, mulher de Cunha, se tornou ré na lava jato. Ainda bem que com Moro tudo tem se mostrado diferente do conselho de ética da Câmara de deputados onde Cunha vai escapar da cassação na próxima semana. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FESTA: Rio Apodi amanheceu de barreira a barreira, lagoa do Apodi tomando muita agua

EITA PIULA: Ex-secretário de turismo Júnior Costa desmente matéria da assessoria de Alan e mostra provas

NATUREZA: Praticamente 10 anos depois a Lagoa do Apodi volta a ter um grande volume d’água