CONTINUA FEDENDO: Terceira denúncia contra Cunha ao Supremo traria o nome de Henrique Alves atrelado

Foto: Reprodução.
A Procuradoria Geral da União apresentou, ontem (10), no Supremo Tribunal Federal, mais uma denúncia contra o presidente afastado da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na Operação Lava Jato. Já é a terceira.

Para variar, é que o nome do ministro do turismo Henrique Eduardo Alves (PMDB/RN) também é lembrando na denuncia, segundo o site.

De acordo com o Portal G1, a suspeita é de que o parlamentar tenha solicitado e recebido propina do consórcio formado por Odebrecht, OAS e Carioca Christiani Nielsen Engenharia da ordem de cerca de R$ 52 milhões.

Segundo a matéria, Henrique Alves também teria sido beneficiado com recursos das construtoras captados por Cunha, seu mega e inseparável parceiro de todos as horas. O MPF consideraria a operação feita por Cunha pagamento de propina disfarçadas de doações oficiais para campanha.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RETROSPECTIVA 2013/ 2016: APAMI e a gestão de Castelo

Diretora administrativa da maternidade Claudina Pinto pede demissão

EM TEMPO: Reunião da APAMI – As contradições do chefe do executivo

ABERRAÇÃO: Quem votou contra e quem votou a favor de mais desperdício de recursos públicos?

NOTA DE REPÚDIO AO PODER PÚBLICO MUNICIPAL DE APODI