Pular para o conteúdo principal

INÍCIO, MEIO E FIM: Ponte metálica das queimadas, a ponte que mostrou a Pinheiro que realizar sonhos é possível

Um pouco de historia. Clique nas imagens  para ampliar
Para falar sobre a ponte metálica de queimadas, na zona rural do Apodi, mudei um pouco a manchete dos pôsteres que temos feito sobre a temática. Isso por que, segundo o líder dos movimentos sociais em Apodi João Francisco, o ex-prefeito nos idos de 2007, em reunião na comunidade do sitio cipó, da qual João Francisco participava, foi ironizado pelo então prefeito José Pinheiro Bezerra, que hoje é pré-candidato e tenta voltar ao palácio Francisco Pinto, quando João Francisco falou em ponte metálica.

“Metálica é uma linda palavra, mas é impossível de vermos uma ponte desse tipo aqui em Apodi”, foi a resposta que João Francisco ouvi da boca do ex-prefeito naquela reunião. Mas o tempo mostrou que somente na gestão Apodi terra querida, o sonho impossível que o ex e arrogante prefeito proferira era possível sim.

Matéria relacionadas:



A ponte metálica da comunidade de queimadas foi uma obra de caráter inédito. Foi a primeira ponte metálica da história dos 181 anos do município do Apodi. Outro caráter inédito dessa obra, foi o regime de parceria no qual a mesma foi feita. A prefeitura do Apodi, a comunidade de Queimadas e as doações de canos feita pela Petrobrás tornaram o sonho impossível possível.
Clique para ampliar
A ponte foi feita a um custo baixíssimo para os cofres públicos do município do Apodi. Custou um pouco mais que R$ 30 mil. Se fosse contratada uma empreiteira para fazer a ponte, com certeza, em tempos de crise como essa que enfrentamos, possivelmente a profecia de impossibilidade do ex-prefeito talvez se cumprisse.

Matéria relacionadas:



O sonho tornou-se possível e relativamente barato. E vou mais além, nesse ano de 2016, apesar dos baixos índices pluviométricos, a ponte já serviu a comunidade. Uma enxurrada forte que houve no rio do Umari já mostrou que a ponte tem muita serventia para a comunidade e s parceria valeu a pena.
Ato de Inauguração. Clique para ampliar
Para que disse que a ponte metálica das queimadas era um sonho impossível, nada como um dia atrás do outro. Ponte metálica da comunidade de queimada. Mais uma das gestão terra querida que teve um início, meio e um fim.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio