Pular para o conteúdo principal

Renan passa por cima da decisão de Maranhão e dar prosseguimento ao impeachment

Presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL) decidiu desconsiderar a decisão tomada pelo presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), que anulou a votação ocorrida em plenário no último dia 17 de abril e que acolheu o processo de impeachment de Dilma Rousseff.

Em encontro com líderes partidários na residência oficial da Presidência do Senado, nesta segunda-feira (9), Renan deu mostras inequívocas de que não considerará decisão de maranhão, que determinou nova votação em plenário. Aliás, para que isso pudesse ocorrer, o processo de impeachment da petista deveria começar do zero.

Ao ser informado da decisão tomada por Maranhão, o presidente do Senado tratou o assunto com doses de ironia, tamanha foi a irresponsabilidade da medida. O processo de impeachment não mais pode ser alvo de decisões da Câmara, pois o mesmo já está em tramitação no Senado, ou seja, em outro grau de competência.

Diante do impasse que surgiu na manhã desta segunda-feira, Renan discutiu com o secretário-geral da Mesa Diretora do Senado, Luiz Fernando Bandeira de Mello Filho, para discutir os termos da decisão que será lida em plenário. “O Maranhão perdeu o juízo e o Renan restabeleceu-o”, disse um aliado de Renan.

Ao chegar para a reunião de emergência na residência oficial do Senado, o senador Raimundo Lira (PMDB-PB), presidente da Comissão Especial do Impeachment, garantiu que “não há razão jurídica” para que o processo de impeachment seja suspenso. “A decisão da Câmara foi equivocada, pois a sessão de admissibilidade seguiu rigorosamente o rito determinado pelo Supremo”, disse.

Lira lembrou que Eduardo Cunha, por ocasião da votação em plenário (17 de abril), “gozava de todas as atribuições constitucionais como presidente da Câmara”. “Foi uma decisão que tumultuou o País, a economia brasileira e o processo político. Não foi bom para o Brasil”, disse.

Comentários

  1. Parabéns renan pela decisao de anular o golpe que o pt quer dar no brasil.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio