Pular para o conteúdo principal

Por que os crimes processos de políticos do PMDB muito raramente vão à frente no Brasil

Foto ilustração
Nos áudios de Jucá (PMDB), fala-se em sangria da lava jato. Renan (PMDB) fala em mudanças no transmite das deleções que tem sido o cerne da Operação. No áudio gravado por Machado, Renan sugere que deleções de presos não sejam válidas. Algo dessa natureza.

Indícios realmente mostram que a conversinha de Temer (PMDB), em dar apoio a lava Jato não passa de balela do presidente interino. Indícios começam a pontar que o PMDB muito supostamente chegou ao poder para barrar a lava jato. Tomara que minhas impressões esteja equivocadas.

Incrível o que ocorre com os processos e crimes contra os políticos do PMDB quando fazemos um paralelo com os demais partidos. Os crimes e os processos dos políticos de outros partidos geralmente não andam, voam. E quanto menores eles forem mais rápido. Os processos do políticos de outros partidos me lembram o ato conjugal do casalzinho novo. Do tipo mais ou menos assim: “– Ai amor, vai ser tão bom, não foi?”.

Os processos dos políticos do PMDB não. É muito diferente. Haja tempo. O tempo vai, o tempo vem. Vai ano vem ano. E seus processos não saem das gavetas. Prazos inspiram. Processos se extinguem e os processos, em boa parte dos casos não resultam em nada.

A impressão é que o mesmo acontece nos municípios. Em vários municípios espalhados pelo Brasil, em prefeituras. Processos de desvios de gestores do PMDB, tipo desvio na aplicação de recursos em obras, quando chega a tribunais morrem. De igual modo prazos inspiram, processos e investigações perdem a validade e nada de concreto é feito.

O pior, já presenciei, em certos municípios, após órgãos de fiscalização sérios como a CGU constar extravio em recursos de obras, ex-gestores irem a rádios tentar botar a culpa em seus sucessores pelos desvios que sua gestão é que cometeu. Se usa muito de expediente que deixou o dinheiro em caixa. Bom, é verdade. Mas, com extravios.

A impressão que dar é como se, para os políticos do PMDB houvesse uma campânula de vidro os protegendo, um escudo protetor, uma muralha praticamente intransponível quando o assunto é julgar e punir seus malfazejos políticos. E tem nesse partido viu.

O que é preciso para que desmando de políticos do PMDB nesse país sejam punidos pelas autoridades competente? O que que eles tem que os outros não tem? O que acontece? Qual o problema? O será que tudo isso é apenas minha impressão? 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

APODI: DNIT quer demolir residência e desapropriar moradores que se encontram as margens da BR 405 no Distrito de Melancias

D. Mariana Carvalho, que mora no Distrito de Melancias, zona rural do Apodi, Oeste do RN, está aflita. Está prestes a perder sua residência e ser desapropriada.
O DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura do Trânsito) está querendo demolir sua residência juntamente com a residência do Pr. Gilberto de uma congregação do Distrito.

D. Mariana nos conta que há 01 ano recebeu uma visita do DNIT, notificando sua residência e a residência do Pr. Gilberto. O DNIT alega que sua casa e a do pastor na na área territorial do DNIT.
Ora, qual é esse critério do DNIT para decidir a esse respeito? Dezenas de centenas de casas em Melancias encontram-se as margens da BR 405. Muitas distantes, 05, 07, 10 metros da BR. Em Apodi mesmo, inúmeros estabelecimentos comerciais e casar estão praticamente dentro da BR 405.
Segundo nos relatou D. Mariana, sua residência encontra-se distante 28 metros da BR 405 que corta o Distrito de Melancias. Bem mais distante que diversas outras casas e estabelecimentos comerc…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…