Maranhão amolece e revoga decisão de anular sessão de impeachment

Não teve jeito. Bombardeado por uma pressão insustentável, Maranhão amoleceu – Estou falando de Valdir Maranhão, tá, presidente interino da câmara – voltando atrás na decisão de anular a sessão da câmara que aprovou o impeachment da quase ex-presidente Dilma.

Mas também se o cara não tivesse voltado atrás, ele iria ser cassado essa semana mesmo pela câmara dos deputados, tamanha foi a revolta de todos a favor do impeachment por lá.

Agora, paremos um pouquinho e avaliemos um fato. Maranhão, se não tivesse voltado atrás, tenho a sensação que iria ser cassado essa semana. Os processos contra Eduardo Cunha, presidente afasta da câmara, rolam por lá desde outubro de 2015 e não sai do canto abençoado pelos deputados e pelo conselho de ética. Precisou o Supremo dar andamento ao seus trabalhos no processo contra Cunha para o mesmo poder ser afastado. Hilário tudo isso. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os maiores açudes do Nordeste

REINO ANIMAL: Insetos que sofrem metamorfose

VOLTA ÀS AULAS: Escola Sebastião Gurgel fará aula inaugural nesta sexta, 23

CURIOSIDADE: O sexo no mundo animal – tamanho do pênis

OPERAÇÃO MANUS: MPF questiona quantidade de testemunhas apontadas por Eduardo Cunha