Pular para o conteúdo principal

INÍCIO, MEIO E FIM: Obras, a principal marca da Gestão Apodi terra querida – Abrigos para passageiros

A oposição a gestão do prefeito Flaviano Moreira e seu vice, José Maria, tenta desvirtuar o trabalho da gestão mentalizando que a gestão foi sem foco e sem planejamento. Ao analisar a tática da oposição, e passamos pesquisar a realidade, vemos que a coisa não é como dizem. Queriam que fosse, mas não é.

Qual o foco da chamada gestão Apodi terra querida? Um olhar votado a coletividade, uma atenção especial para a zona rural e, inegavelmente entregar obras a população. E, aquelas obras que foram iniciadas na própria gestão, uma marca inquestionável: o início, um meio e um fim, numa demonstração clara de aplicação com responsabilidade do dinheiro público.

Há como provar isso? não tenhamos dúvidas e com farto material. Se fizemos tudo em um única matéria, iria ficar excessivamente longa. Por isso, estamos nos propomos a fazer um retrospecto das obras iniciadas pela gestão Apodi terra querida que tiveram um ordem de serviço, posteriormente tiveram um início, um meio e um fim.

Diferente de outras gestões onde, só se via uma ordem de serviço e, posteriormente obras paralisadas com recursos extraviados tomando por base relatórios de entidades muito serias no quesito investigação, como é o caso da CGU.

Fatos e fotos mostram que a gestão Apodi terra querida dar a ordem de serviço e entrega a obra. Flaviano estar a 3 anos e 5 meses na prefeitura, se fizermos uma comparação teve gestor que passou 12 anos e outros com 4 anos como Gorete que não chegou a iniciar e concluir uma obra.

E levando em conta que todos tiveram os mesmo segundo, minuto, hora, dia, mês e ano e não entregaram a mesma quantidade de obras que Flaviano já entregou. Isso se chama-se, no meu entendimento, competência, em meio a crise, queda de receita e secas prolongadas.

Abrigos para passageiros:
Ordem de serviço dos de 10 abrigos para passageiros
Apesar da simplicidade, os abrigos para passageiros estão a serviço daqueles que precisam deles. Nas fotos a cima, a ordem de serviço dos 10 abrigos de passageiro realizada no assentamento Frei Damião. A ordem de serviço, fotos acima, aconteceu no primeiro trimestre de 2013. 
Continuidade de conclusão dos abrigos para passageiros.
Assim como tiveram um início, os abrigos para passageiros tiveram um fim. Apesar de muito simples, foi a primeira ação da gestão atual. Mesmo diante da simplicidade da ação, quem precisa, sabe que é importante.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio