É a faca entrando e Henrique negando, é a faca entrando e Alves negando

Anexos da pré-delação do ex-deputado e ex-presidente do Partido Progressista (PP) Pedro Corrêa, acertado com o Ministério Público Federal (MPF), que ainda não foi homologada pela justiça, complicam implicam o ex-presidente Luís Inácio. Segundo Correia, o ex-presidente era conhecedor sobre o esquema de corrupção desvendado na Petrobras e que interferiu diretamente na nomeação de Paulo Roberto Costa para a diretoria de Abastecimento por indicação do PP segundo reportagem da revista veja em reportagem do jornal O Globo

Correia, em sua pré-delação implica ainda mais o PMDB nos esquemas de corrupção da Petrobrás e, acordo com a revista, Corrêa acrescentou aos procuradores que se reuniu com líderes Peemedebistas para tratar de repartir propinas, uma vez que o partido passara a disputar espaço com o PP pelos recursos da estatal.  “A maior parte das comissões seria do PP, dono da indicação do Paulinho”.

Um dos primeiros procurados “para buscar o melhor entendimento na arrecadação” teria sido o senador Renan Calheiros, acompanhado do deputado Aníbal Gomes. Ele fez a mesma coisa com o deputado Eduardo Cunha e o senador Romero Jucá – todos do PMDB.

Ainda de acordo com a revista, Pedro Corrêa também relatou que o PMDB cobrou para manter o apoio à permanência de Paulo Roberto Costa e de Nestor Cerveró – que na época também era diretor da Petrobras. Foi cobrada uma propina de US$ 18 milhões, que deveriam ser pagos a tempo de financiar a campanha eleitoral daquele ano – 2006.

De acordo com a revista, Corrêa disse que o atual ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, ficava com parte de tudo o que era arrecadado pelo esquema do PMDB. Eduardo Cunha também teria recebido parte dos US$ 6 milhões.

Bom, esse não é um caso isolado onde o nome de vários partidos, dentre os quais o PMDB é o centro, é citado. Outros delatores, que estiveram super de dentro do lamaçal falam a mesma coisa. Em seu twitter, Alves classifica a citação como “absurda, mentirosa, irresponsável e cretina”.

O fato é que o cerco se fecha cada vez mais em cima do PMDB do qual Alves – unha e carne de Eduardo Cunha, que está entalado até o nariz nesse negócio – é um dos que tem maior influência. É que a faca está entrando e Alves negando. É a faca entrando e Henrique negando. Todas as evidencias apontam os fatos como verídicos e todos negando. No maior sangue frio. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RECOMENDAÇÃO: Ministério Público recomenda que Prefeitura de Apodi cancele todos os convênios que possui com APAMI

EM TEMPO: Negócios – Apesar do pouco tempo no mercado a San Valle já é sucesso em toda região

Sem ter o que comemorar, Prefeitura de Apodi encerra ano entregando pintos

Finalmente, o que dizer sobre nossa triste realidade?