Pular para o conteúdo principal

Diaconia e CREAS chamam atenção para o “18 de Maio”

Data assinala o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes

Por Clara Cavalcanti

A Diaconia e o Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS) realizam uma série de ações em Umarizal, a partir desta quarta-feira (18), para marcar o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes. A programação inclui debate com estudantes de escolas públicas, “blitz” educativa com motoristas e participação em um programa de rádio local. Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), Conselho Tutelar, Fórum de Defesa dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes (Fórum DCA) e Secretaria de Assistência Social são parceiros na iniciativa.

Queremos chamar atenção da sociedade para uma realidade que assusta, mas é, muitas vezes, abafada por questões culturais. A proteção à criança e ao adolescente deve ser prioridade em nossas casas, escolas e qualquer outro espaço de convivência, e qualquer caso suspeito deve ser, de pronto, denunciado às autoridades”, afirma a assessora político pedagógica da Diaconia, Djuliane Mcnamara.

Na quarta-feira (18), representantes das organizações envolvidas com a Campanha do 18 maio participam de debate no programa Evidência, a partir das 16h, na Rádio Fraternidade (104,9 FM), para alertar a população sobre os casos de abuso e exploração sexual envolvendo crianças e adolescentes. Somente no primeiro trimestre deste ano, o Disque 100 registrou cerca de 4.500 denúncias de violência sexual contra o público infantojuvenil no País.

No mesmo dia, das 8h às 17h, a Diaconia leva a mostra itinerante “Nem Tão Doce Lar” ao CRAS de Doutor Severiano, também no Oeste Potiguar. A exposição reproduz uma típica casa familiar, com informações e imagens que denunciam a violência sofrida por mulheres, crianças e jovens no ambiente doméstico.

Já na quinta-feira (19), estudantes de nove escolas municipais e estaduais de Umarizal participam de uma Roda de Debate na Escola 11 de Agosto, no Centro, sobre a temática da violência sexual infantojuvenil, com a presença de representantes das organizações promotoras, Polícia Civil e Assistência Social.

A programação chega ao fim na segunda-feira (23), com a realização de uma blitz educativa no semáforo em frente à Prefeitura. Na ocasião, cerca de 500 motoristas serão abordados com a entrega de folders e adesivos relacionados à Campanha.

Entenda a data - No dia 18 de maio de 1973, uma menina de oito anos foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada em Vitória, no Espírito Santo. Seu corpo apareceu carbonizado seis dias depois e os seus agressores, jovens de classe média alta, nunca foram punidos. O crime teve grande repercussão e virou um símbolo de toda a violência cometida contra as crianças no País. A partir da aprovação da Lei Federal nº. 9.970/2000, a data foi instituída como o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”.
Assessora de Comunicação - D I A C O N I A

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

APODI: DNIT quer demolir residência e desapropriar moradores que se encontram as margens da BR 405 no Distrito de Melancias

D. Mariana Carvalho, que mora no Distrito de Melancias, zona rural do Apodi, Oeste do RN, está aflita. Está prestes a perder sua residência e ser desapropriada.
O DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura do Trânsito) está querendo demolir sua residência juntamente com a residência do Pr. Gilberto de uma congregação do Distrito.

D. Mariana nos conta que há 01 ano recebeu uma visita do DNIT, notificando sua residência e a residência do Pr. Gilberto. O DNIT alega que sua casa e a do pastor na na área territorial do DNIT.
Ora, qual é esse critério do DNIT para decidir a esse respeito? Dezenas de centenas de casas em Melancias encontram-se as margens da BR 405. Muitas distantes, 05, 07, 10 metros da BR. Em Apodi mesmo, inúmeros estabelecimentos comerciais e casar estão praticamente dentro da BR 405.
Segundo nos relatou D. Mariana, sua residência encontra-se distante 28 metros da BR 405 que corta o Distrito de Melancias. Bem mais distante que diversas outras casas e estabelecimentos comerc…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…