Pular para o conteúdo principal

PILANTRAGEM: Por ser declarado a justiça eleitoral, não significa dizer que o dinheiro seja legalizado

O membro de envolvidos na lista da Odebrecht sé aumenta. A atual lista se encontra no score de 360 envolvidos segundo a última lista que li. Muitas deles norte-rio-grandenses.

A nota que divulgam a imprensa descaradamente tem praticamente o mesmo teor:

Todo os valores recebidos pelo então candidato:................................. ao governo do......... foram regulares e constam na prestação de contas a presentadas a justiça eleitoral.

Impressionante. O teor para explicações espúrias dos políticos beneficiados com recursos públicos desviadas por empresas, como é o caso da Odebrecht, para financiar campanhas e outros fins, são sempre a mesma.

Aparece até que o modelo de explicação para ser liberado como nota à imprensa é o mesmo. Dar-se um Ctrl C, Ctrl V num texto padronizado e depois é só botar o nome do envolvido na lista e o estado e cargo a que concorreu. Notas explicativas vergonhosas. Uma atentado a inteligencia do cidadão (ã). Pilantragem pouca é bobagem.

Quer dizer só pelo fato de ter sido declarado à justiça eleitoral o recurso é legal? Nada. E a fonte da de onde o dinheiro ilegal saiu? Eles, os recursos, são resultados do desvio dos recursos público da Petrobras através de operações ilícitas em quase 100% dos casos. As empresas não tiram a doação de seus capitais e sim de desviou do erário público. Esse é o problema.

Olha, é intragável a forma como esses políticos espúrios agem para patrocinar suas campanhas e a forma como encontram para justificar. Se nada for feito depois de tanta investigação, nada de todo esse bla, bla, bla que se desenrola até agora com a 26ª etapa da operação lava jato terá valido a pena.

Todos tem que ser punidos. Doa a quem doer. Não é só o PT que tem que ser visado como estar. Se os responsáveis por todas as investigações cortarem só um galho de tudo isso, nada terá sido feito, nada valeu apena. Nada será resolvido.

Nós, quanto eleitores temos que também fazer nossa parte, tomando vergonha na cara, deixar de ser partidaristas e não votar em tanta cafajestada de novo. Na próxima campanha as pessoas votam nos caras de novo. Do que adianta?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio