Cientista político classifica PMDB como partido “oportunista”

Robson Carvalho diz que legenda é o 'infiel da balança' do Governo Federal e destaca manutenção de cargos.
Foto: Reprodução
O maior partido da base de sustentação ao governo Dilma, o PMDB, está hoje dividido. Enquanto uma parte quer permanecer contribuindo com o Governo Federal, outra apoia o rompimento e inclusive o impeachment da presidente. O cientista político Robson Carvalho, em entrevista ao Agora RN, criticou a postura do PMDB, classificando a legenda como “oportunista” diante do cenário político de instabilidade que tem se formado no Brasil.

“O PMDB é historicamente oportunista e virou um partido governista ao extremo. É como se chupasse a laranja e quando ela estivesse só o bagaço ele joga fora para entrar no próximo governo”, criticou o cientista.

Ele cita o exemplo do senador Garibaldi Alves Filho (PMDB), que já foi ministro da Previdência Social no governo Dilma, tem o primo Henrique Eduardo Alves como ministro do Turismo e agora já sinaliza um possível apoio ao rompimento do PMDB com o PT. “Já é o primeiro a querer pular fora”, disse referindo-se a Garibaldi.

Robson Carvalho avalia ainda que o PMDB “é um partido 100% responsável pelo caos que o Brasil enfrenta hoje”, já que, como partido governista, participou de todas as decisões tomadas pelo Governo Federal. “O PMDB é o infiel da balança, é um partido que está dentro do governo discutindo a saída da base governista, mas não larga os cargos, não larga os ministérios”. Continue lendo...

Comentários

  1. No Brasil precisa criar um grupo anti-PMDB. Esse partido é tudo de ruim. Precisa de uma renovação, principal a nível de RN. Não aguento mais olhar a cara dos líderes velhos desse partido

    ResponderExcluir
  2. Nois vamos assumir a presidência. Aguente que dói menos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

ABERRAÇÃO: Quem votou contra e quem votou a favor de mais desperdício de recursos públicos?

Diretora administrativa da maternidade Claudina Pinto pede demissão

EM TEMPO: Reunião da APAMI – As contradições do chefe do executivo

NOTA DE REPÚDIO AO PODER PÚBLICO MUNICIPAL DE APODI

Zelo pelo recurso público né? Sei!