Aconteceu o que todos esperavam, o PMDB pula fora do barco de Dilma

Como era de se esperar, o Diretório Nacional do PMDB anunciou nesta terça-feira (29) que, por aclamação, rompeu oficialmente com o governo da presidente Dilma Rousseff (PT).

A cúpula partido determinou que os seis ministros do partido e os filiados que ocupam postos no Executivo federal entreguem seus cargos.

O vice-presidente da República, presidente nacional do PMDB e sucessor de Dilma em um eventual impeachment, Michel Temer (SP) não participou da reunião que oficializou o rompimento. Quem comando a reunião foi o segundo vice-presidente Romero Jucá.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

ABERRAÇÃO: Quem votou contra e quem votou a favor de mais desperdício de recursos públicos?

Diretora administrativa da maternidade Claudina Pinto pede demissão

EM TEMPO: Reunião da APAMI – As contradições do chefe do executivo

NOTA DE REPÚDIO AO PODER PÚBLICO MUNICIPAL DE APODI

Zelo pelo recurso público né? Sei!